De acordo com o site Before It’s News, Ken Johston, ex-gerente do Departamento de Aeronáutica Nacional e Dados da Administração Espacial e do Departamento de Controle de Fotografias da NASA, que também trabalhou para a o Laboratório de Recebimento Lunar daquela agência durante as missões Apollo, foi mandado embora por falar a verdade.

Johnston afirma que a NASA sabe que os astronautas descobriram cidades alienígenas antigas, bem como os restos de maquinários avançados na Lua.  Alegadamente, alguma daquela tecnologia poderia manipular a gravidade.

Ele diz que a agência ordenou o acobertamento e o forçou a participar dele.

Nos últimos 40 anos outros cientistas, engenheiros e técnicos também têm acusado a NASA de acobertamentos e de ocultarem dados.

O crescente número de acusações vai desde o fato de estarem escondendo informações sobre objetos anômalos no espaço e mentindo sobre a descoberta de artefatos na superfície da Lua e Marte, até a ocultação de evidência de vida relatada pela sonda Viking durante o meio da década de 1970.

Kay Ferrari madou despediu Johnston. Teria sido por ele não ter colaborado com a agenda da NASA?

De acordo com Johnston, os astronautas do projeto Apollo trouxeram para a Terra evidências fotográfica de artefatos encontrados durante suas atividades extraveiculares na Lua.  Johnston afirma que a NASA o ordenou a destruir estas imagens enquanto ele estava trabalhando para o Laboratório de Propulsão a Jato (Jet Propulsion Laboratory – JPL), mas ele se recusou.

Quando ele abriu a boca para imprensa, a agência o despediu.

Em uma liberação para a imprensa, Kay Ferrari, diretora do programa SSA do JPL, disse que solicitou a Johsnton que pedisse sua demissão, pois ele havia publicamente criticado seu empregador.

Quando Johnston recusou a pedir sua resignação, ele foi sumariamente despedido, sem justa causa.

Após sua abrupta partida, ele indicou que estava saturado e cansado a respeito do governo dos EUA estar sentado em cima de provas por mais de quatro décadas, de que realmente há cidades alienígenas na Lua.

Eu não tenho nada a perder“, disse ele.  “Eu briguei com a NASA e fui despedido“.

 

Aparentemente algumas evidências de grandes estruturas e até de uma base lunar no lado oculto da Lua surgiram "Ferro velho" lunar? (Fotografado por astronautas da missão Apollo). recentemente, as quais parecem dar respaldo às alegações de Johnston.

Como mencionado acima, Ken Johsnton não foi a única pessoa a delatar a NASA sobre acobertamentos.

O cientista que monitorou o importante experimento abordo da sonda Viking para detecção de vida, a qual chegou a Marte em 1976, ainda hoje continua a atacar a agência espacial estadunidense.

Gilbert Levin insiste que seu experimento biológico provou a existência de vida no solo marciano.

Nós obtemos dados positivos correspondentes aos critérios pré-missão, os quais provaram a existência de vida microbiana no solo marciano“, disse Levin ao National Geographic ["I Found Life on Mars in 1976, Scientist Says"].

O proeminente cientista está tão zangado com a NASA, que até criou seu próprio site na Internet, projetado para declarar ao mundo que realmente há vida no planeta vermelho.

E a lista de ex-funcionários da NASA que acusam a agência de acobertamento dos dados não para aqui. Há dezenas, senão centenas deles.

O que é que a NASA não quer que você veja nesta foto?

Donna Hare, que trabalhou como especialista ilustração e slide fotográfico alega que a NASA forjou milhares de fotos das missões, ofuscando e obscurecendo nelas as anomalias consideradas não apropriadas para o público em geral.

Sendo estas somente algumas das muitas indicações de que há muito mais na nossa história do que dizem haver, agora só nos resta esperar para o dia em que aqueles sentados encima das provas finalmente percebam o mal que estão fazendo para a humanidade e acabem as liberando.

 

Fonte: Ovni Hoje

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!