Mensagem de Saul Canalizada através de John Smallman

Na ilusão vocês passam muito tempo esperando pelas coisas acontecerem, ou esperando e tendo esperança de que certas coisas não aconteçam. De qualquer modo vocês esperam muito, o que é estressante, aborrecido e inútil. Na ilusão o tempo é o principal problema para vocês e parece controlar suas vidas – porque sem ele não haveria causa e efeito.

Na Realidade há somente o eterno agora.

Aqui, causa e efeito são um, sempre presentes, não divididos.
Estando tão imersos na ideia de tempo vocês não conseguem conceber a vida sem ele, deixam de imaginar como poderia ser. Na Realidade vocês não têm necessidades, então o tempo seria irrelevante.
Na ilusão o tempo é mestre cruel de quem todos vocês parecem ser escravos. Vocês são governados pelo passar do tempo porque o que vocês esperam com um entusiasmo alegre irá passar junto com ele, deixando vocês outra vez desolados e desencorajados.
Viver no momento do agora – aceitando o que existe, sem se preocupar com o que passou ou o que ainda está para vir – é o caminho para a paz.
Exige muita prática, mas se vocês perseverarem, isso se tornará uma segunda natureza. As crianças fazem isso o tempo todo quando elas são deixadas livres das restrições e pressões do mundo adulto – um mundo em que os adultos são tão ávidos para se imporem aos filhos!
Quando vocês vivem no agora, vocês ficam relaxados, e suas ideias criativas fluem mais suave e facilmente do que quando vocês se impõem metas e prazos.
Na ilusão parece estranho tentar viver a vida fora do tempo – no momento do agora – e ainda vocês veem pessoas fazendo isso, muito alegremente, e vocês se perguntam: qual é o problema com elas?! Se elas percebessem como é insano, então elas ficariam preocupadas!
(Como elas podem não perceber como isso não é prático?
E por que elas não estão preocupadas e pressionadas?)
Esta obsessão com o tempo é endêmica nas áreas industrializadas do planeta, onde é super populoso e aparentemente um corta o caminho do outro. Então vocês constroem mais estradas e aeroportos para poderem se movimentar e achar mais espaço para si mesmos, mas isso não funciona, pois então vocês gastam mais tempo ainda viajando – o que também é uma forma de esperar – para lugares onde vocês trabalham, moram, ou apenas visitam.
E o tempo corre, deixando-os ansiosos e confusos, então vocês correm mais ainda, preocupando-se o tempo todo. Que é tão insano assim?
Na Realidade tudo é sublimemente alegre e em paz, já que não há o tempo ameaçando vocês com desperdício dele ou com prazos finais que ele lhes impõe.

A Realidade apenas é.

Este é um conceito difícil de compreender quando vocês estão tão profundamente imersos na ilusão. A ilusão impõe em vocês estresse e ansiedade porque ela não pode oferecer certezas. A qualquer momento pode irromper uma catástrofe – vocês veem isto acontecendo com os outros todos os dias – e então vocês têm de tomar todos os tipos de precauções preventivas. Aí descobrem que essas são inadequadas e precisam planejar outras.
A vida é um esforço constante para providenciar proteção e segurança, e na ilusão isso é impossível. Vocês se distraem com grandes planos e esquemas que parecem funcionar, e então ocorrem outros eventos imprevistos e imprevisíveis, jogando-os mais uma vez num estado de perplexidade e aflição, no qual vocês sentem uma forte necessidade de se afixarem em alguém para julgar, culpar e punir.
Despertar e sair da ilusão é um caminho para a alegria e a liberdade; e vocês irão despertar – isso é inevitável.
Para ajudar a passar o tempo até o momento chegar, pratiquem viver no momento do agora. Conforme vocês vão se aperfeiçoando, vocês começarão a encontrar paz e alegria, mesmo dentro da ilusão. Sua assinatura energética irá mudar conforme seu estresse diminui e sua serenidade aumenta e isto será sentido pelos outros além do nível da consciência deles.
Estejam onde estiverem, vocês irão estender um campo palpável de efetividade serena que trará a mais benéfica consequência de todas com aqueles com quem vocês interagem, seja num breve cruzar na rua, num pensamento sobre alguém ou num e-mail para alguém, ou através de um encontro físico mais extenso.
Quando os outros solicitarem sua opinião, a incrível impressão que eles terão será uma de natureza tranquila e pacífica que não contém nenhuma necessidade de julgar, condenar ou considerar alguém inaceitável.
Se vocês continuarem fazendo assim durante o tempo remanescente que vocês passarão na ilusão, vocês estarão acrescentando mais auxílio e força à intensidade do campo divino que envolve o planeta e que está assistindo no processo de despertar. E, claro, vocês também colherão os benefícios deste modo satisfatório de viver.
Vocês verão que os julgamentos e condenações involuntárias que vocês estão acostumados a fazer ocorrerão com uma frequência cada vez menor conforme a aceitação do que é se intensifica, trazendo-lhes um senso de paz crescente e uma consciência crescente disso, conforme se aproxima o momento do seu glorioso despertar em total consciência.
Vocês todos são divinamente amados e apreciados em todos os momentos e vocês são infinitamente honrados e respeitados pelo caminho que vocês escolheram seguir – um caminho que os está levando infalivelmente para fora da ilusão e em direção à sua destinação celestial.

Com muito amor,
Saul.

Fonte
Agradecimento: Larissa Marta.

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!