A NASA está preocupada com seus equipamentos na Lua e o futuro das missões exploradoras.
Com as afirmações de diversas empresas privadas e países interessados na exploração do satélite natural da Terra, a agência se achou na obrigação de impor algumas regras.
Recentemente, ela lembrou aos futuros exploradores que qualquer objeto que aterrisse na Lua deverá ficar fora dos limites de seus objetos lá deixados, por se tratarem de relíquias da missão Apollo e ferramentas que pertencem ao governo dos EUA.
Claro que uma declaração dessas reacende a dúvida na cabeça de muitas pessoas que não confiam na sinceridade das informações da NASA. Quem assistiu Apollo 18 sabe do que estou falando.

Mas a justificativa real foi esta: devemos proteger os lugares por terem valores históricos ou são de propriedade da agência.
Os lugares protegidos são:
– A área de pouso da Apollo e seus equipamentos de sonda
– Áreas de pouso de outras sondas
– Zonas de impacto (como a criada pela sonda LCross)
– Ferramentas e máquinas deixadas na Lua
– Indicações da presença humana por lá, como pegadas e trilhas de sondas

Fonte

NOTA: Estranho mesmo a NASA ter esta preocupação de territórios na Lua, o que ela não quer que empresas privadas descubram por lá?

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!