Na Provincia de Loja, Sul do Equador e fronteira com o Perú, há muito tempo se ouve lembranças que narram estranhos ossos muito similares aos de humanos mas de incrível tamanho, que teriam sido encontrados por vários personagens nos belos vales dessa Província.
Por muito tempo o mais famoso e conhecido destes “personagens” foi o padre Carlos Miguel Vaca quem custodiou até sua morte em 1999 vários ossos e fragmentos desenterrados de um lugar denominado “Changaiminas” que traduzido ao espanhol significa “cemitério dos deuses” em 10 de dezembro de 1965.

Vários fragmentos foram transferidos ao Instituto Smithsoniano dos Estados Unidos, para que se estude sua densidade, antiguidade e peso. Se realizou um programa de televisão transmitido para todo o Equador e que durou duas horas e meia pela cadeia Ecuavisa, conduzido pelo conhecido diretor de notícias dessa emissora: Alfonso Espinoza De Los Monteros.

Atualmente, fragmento procedente dessa coleção, está exposto pelo mundialmente conhecido investigador UFO Klaus Dona em suas exposições de “Mistérios não Resolvidos“. Vários outros fragmentos se sabe que são parte de coleções particulares, pessoas que embora não estejam interessadas em ocultá-los, não os expõe publicamente.

Desse esqueleto fragmentado anteriormente citado, se estudaram sete fragmentos por sete diferentes cientistas e anatomistas, que confirmaram que são parte de um esqueleto humano que é sete vezes o tamanho de um humano atual. Formações de quartzo que cobrem as porosidades da superfície dos ossos indicaram uma datação em dezenas de milhares de anos.

Meu amigo e cientista: Alex Putney, “o californiano” participou da reconstrução deste esqueleto em base dos fragmentos, comandando uma “equipe criativa de luxo”, em oito meses obtiveram o resultado que pode se observar nas imagens abaixo deste artigo. Gentilmente enviadas por ele para este Blog.

Agora este esqueleto pode ser visto no “Parque dos Mistérios” em Interlaken, Suiça, desde 2004. Site oficial, clique aqui.

GaBYi nXa81 GwFaV L0rxR MD36T No vídeo abaixo o próprio padre Carlos Miguel Vaca dá uma entrevista a um investigador. Ao ser questionado sobre a existência de seres gigantes extraterrestres na Terra, e a aceitação desta realidade para o Vaticano, o padre toma a Bíblia e lê os versículos onde aparecem as provas de que estes seres não eram fantasia ou alegoria, mas seres reais de carne e osso.

Estes são alguns versículos na Bíblia que comprovariam a existência destes gigantes na Terra:

Vídeo sem edições com o padre Carlos Miguel Vaca, onde faz declarações e leituras da Bíblia sobre os gigantes:

 

“Porque só Ogue, rei de Basã, ficou de resto dos refains; eis que o seu leito, um leito de ferro, não está porventura em Rabá dos amonitas? O seu comprimento é de nove côvados [4 metros], e de quatro côvados [1,78 metros] a sua largura, segundo o côvado em uso.” Deutoronômio 3.11

“Também vimos ali gigantes, filhos de Enaque, descendentes dos gigantes; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim também éramos aos seus olhos.” Números 13.33

“Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama.” Gênesis 6.4

A opinião de Jaime Rodriguez é que estes gigantes não são os mesmos gigantes revelados por Zecharia Sitchin, os Anunnakis, pois possuem uma origem e história particular na América do Sul, ou seja, se trata de uma outra raça. Acredita que são seres que foram expulsos de seu planeta, assim como muitas outras raças que já estiveram por aqui. Conclui que esta informação não é divulgada porque o poder estabelecido está nas mãos dos judeus, que não querem que a humanidade tenha um despertar de consciência sobre sua verdadeira origem e não tome conhecimento sobre o contato da humanidade com seres extraterrestres. O motivo seria o medo de perder o controle sob o “rebanho humano”, já que os Goyim(escravos, serventes, não-judeus) são explorados para que eles possam viver como “deuses” na Terra.

De acordo com estas informações, se deduz que antigamente a Terra recebia seres de outros planetas e que por algum motivo este contato foi interrompido. As “bolas de fogo” que “queimaram” estes gigantes, segundo os nativos, poderiam ser um ataque de outra raça alienígena ou castigo de seus superiores por seus atos na Terra.

Matéria completa aqui

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!