Quando essa rocha se chocou contra a superfície da Terra, havia pouco sinal da beleza existente dentro dela, mas ao cortar o meteorito que passou a se chamar Fukang, este rendeu uma vista de tirar o fôlego.

Dentro da rocha cristais dourados translúcido de um mineral chamado olivina, brilhava entre um favo de mel prateado de níquel-ferro. O raro meteorito foi descoberto no ano de 2000, no deserto de Gobi, na Província de Xinjiang na China. Desde então, foi dividida em fatias que dão o efeito de vitrais quando o sol brilha através deles.

Vi aqui!

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!