Peça misteriosa e de tecnologia sofisticada pode reescrever a história

12

Segundo o site MessageToEagle.com, um objeto de aproximadamente 5.000 anos de idade teria sido encontrado em 1936, na borda do planalto ao norte de Saqqara no Egito, muito próximo à pirâmide de Djoser. Pesquisadores ainda não tem certeza que tipo de objeto extraordinário eles estão lidando. O objeto é um disco esculpido em pedra xisto, uma escultura delicada de aproximadamente 61 centímetros de diâmetro, um centímetro de espessura e 10,6 centímetros na parte central.
O artefato desperta questões interessantes, como qual seria a função original do “aparelho”? Os cientistas não acharam que o objeto poderia ser uma roda, porque a roda apareceu no Egito a cerca de 1500 anos antes de Cristo, durante a dinastia 18 e estima-se que o objeto seja da primeira dinastia do Egito.
Se o disco de xisto for na verdade uma roda, isso significaria que os antigos egípcios possuíam conhecimento da roda a cerca de 3000 AC, durante o tempo da primeira dinastia! Isso implicaria aos egiptólogos que reescrevessem alguns livros de história.

Foi fabricado por desconhecidos em um material muito frágil e delicado, exigindo uma escultura muito delicada e precisa, cuja produção poderia confundir muitos artesãos até hoje. Claro que alguns acreditam que este assunto serviu a outro propósito, apenas para ser capaz de conduzir lamparinas.
No entanto, os críticos desta teoria argumentam que para a lâmpada cerimonial de três pás seria quase impossível, por causa da forma e curvatura de suas pétalas, o que parece sugerir uma função, e não apenas a decoração.

Será que os antigos egípcios tinham uma tecnologia muito além da atual?
Há uma opção que é ainda é mais desafiadora, ou seja, de que estaríamos lidando com algum tipo de tecnologia desconhecida antiga e avançada. É possível que os antigos egípcios tivessem uma tecnologia muito além da atual?
Egiptólogo Cyril Aldred chegou à conclusão de que, independentemente da função do objeto e do que ele representava, o seu design foi, sem dúvida, uma cópia de um objeto metálico anterior e muito mais velho.
Por que os antigos egípcios se preocuparam em criar um objeto com uma estrutura tão complexa há mais de 5.000 anos atrás?
Como pode uma cultura que normalmente usavam cinzéis para moldar rocha ter dominado a técnica de trabalhar um material tão delicado a este nível de precisão tão extraordinário?

Por que os antigos egípcios investiram o tempo e as habilidades necessárias para criar esse objeto, a menos que teve uma finalidade específica muito importante?
Obviamente, o disco de Xisto é um objeto que desempenhou um papel importante há 5.000 anos atrás. Egiptólogos oferecem uma série de teorias que tentam explicar a função do disco, mas até o momento, ninguém conseguiu explicar a complexa estrutura do objeto. O design futurista do disco de Xisto continua a confundir tudo que já vimos.
Não há dúvida que este objeto peculiar continua a constituir um dos mistérios egípcios mais desconcertantes e ficamos com várias perguntas sem resposta.
O disco de Xisto está atualmente no Museu do Cairo.

Fonte

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!