Visando o Extermínio Populacional, FEMA Tem Campos de Concentração, Guilhotinas, Milhões de Cartuchos e Caixões

29

Desde os anos 30, quando a FEMA (Federal Emergency Management Agency – Agência de Federal de Administração de Emergências) tinha outro nome e era apenas uma experiência, a agência tem se envolvido em controvérsia atrás de controvérsia. Atualmente, a maior parte da população dos EUA não acredita que a FEMA esteja trabalhando pelo bem do seu povo.
Desde que a agência passou a fazer parte do Departamento de Segurança Federal em 2003, cada vez mais se vê a desaprovação do povo. As ações de “gerenciamento” de emergências têm provado não gerenciar absolutamente nada, como no caso dos furações na Flórida em 2004, doKatrina em 2005, das nevascas de 2006, tornados no Arkansas e incêndios na Califórnia em 2007, e mais recentemente, no caso dos tornados de Oklahoma ocorridos em maio de 2013.

Agora a FEMA envolve-se em mais atividades suspeitas. A construção, manutenção e guarda de imensos complexos que estão sendo chamados pelo público de “campos de concentração da FEMA” tem assustado não só a população dos EUA, mas do mundo todo.
Desde 2008 a agência vem treinando cada vez mais agentes capacitados em várias áreas para uma possível catástrofe nuclear e, enquanto o público aguarda respostas, aFEMA apenas diz que “não é obrigada a fornecer respostas quando o assunto é segurança nacional“. Quando questionados sobre os campos, os agentes e chefes da agência retiram-se do local.
Mas por mais que seja uma medida de segurança, por quê precisam ser campos de concentração como o da foto acima, com grades altas, prédios separados em alas, cercas elétricas, guaritas blindadas e vigilância 24hs com câmeras? Quem iria se importar com essas coisas na hora de ajudar seu povo a sobreviver? Sim, eles, os EUA, pois a FEMA é acusada de trabalhar secretamente no desenvolvimento de planos de contenção de seu próprio povo no caso de rebeliões em massa que poderiam
ocorrer com o anúncio de novas políticas sobre “democracia e liberdade” (a Nova Ordem Mundial).
Segundo teorias, os EUA anunciariam ao mundo que a partir daquele momento o centro de poder seria o presidente americano e que qualquer objeção a isso acarretaria em prisão e subsequente morte, algo muito parecido com o regime imposto por Hitler aos seus “inimigos”. Seria, sim, um novo período nazista onde o cidadão teria seus direitos cerceados, inclusive o de viver se fizesse oposição a alguma regra. Para isso, a FEMA estaria treinando até mesmo snipers e exércitos inteiros para atingir seus objetivos.
Outras teorias giram em torno das últimas declarações do governo americano: “não se aproximem de certos locais da Lua“, “asteróides e meteoros estão passando cada vez mais próximos da Terra“, “zumbís e sereias não existem“. Por quê precisariam afirmar coisas óbvias? Sim, porque elas virão a ser parte do nosso cotidiano muito em breve.
Uma epidemia de zumbís? Talvez, mas não da forma como se vê nos filmes e sim com o auxílio e lavagem cerebral que poderia ser feita pelo Projeto Blue Beam. Se os EUA têm a máquina certa – HAARP – para causar terremotos, erupções e tsunamis, será muito mais fácil conter quaisquer ânimos. Pelo menos quanto à lavagem cerebral, já podemos ter certeza de que a máquina é capaz de fazê-la através dos documentos revelados por Edward Snowden, que mostram que o HAARP faz parte de um programa de extermínio e controle mental.

Os estranhos caixões da FEMA têm espaço interno para 4 corpos adultos

Mas o mais intrigante sobre os “campos de concentração” da FEMAsão os fatos em volta deles.
Todos já estão ativos – mas ainda não em uso – e com segurança do exército 24hs por dia; as pessoas são proibidas de se aproximar desses locais; caminhões lotados de suprimentos são vistos entrando nos campos; trens com insignias do exército vão e vêm nas cidades onde eles se encontram; medicamentos estranhos são levados a tais lugares e especialmente caixões – mais de 5 milhões deles.
Algumas pessoas mais observadoras têm conseguido fazer listas de materiais que entram nestes campos:
– Armas
– Materiais de construção como ferro, aço e ligas mais fortes como titânio
– Trens carregados de suprimentos alimentícios e água
– Caixas de munições de vários calibres
– Equipamentos com o logo da NASA
– Caixões pretos (como os da foto acima, blindados, com resistência a impactos, à prova d’água e calor)
– Contagem de campos espalhados pelos EUA: até maio/2013 eram 3800.
Pense bem nessa figura: 5 milhões de caixões com espaço para 4 adultos.
Dos seus 314 milhões de habitantes, os EUA esperam que 20 milhões morram de quê dentro desses campos? Escravidão, morte por fadiga devido aos trabalhos forçados?
Muitas possibilidades vêm à mente: radiação, guerra mundial e colapso total do sistema financeiro (caos) são os principais, além de uma epidemia de zumbís, afinal nada nesse mundo pode ser dado como inexistente conhecendo-o tão pouco como nós o conhecemos. Porém, a hipótese mais tangível é realmente a tentativa de dominação mundial e implantação da NOM, o que teria que começar com a dominação de seu próprio povo.
A FEMA diz que esses não são campos de concentração e sim instalações de pesquisas. Mas o fato dessas “instalações de pesquisas” terem prisões dentro delas é um pouco diferente da concepção humana de “pesquisa”. Pesquisas com o quê? Humanos? Isso explicaria os caixões, mas pesquisar em 20 milhões de humanos para quê? A possibilidade de criar e implantar zumbís como parte de um exército que dominaria o mundo? A idéia absurda incrivelmente parece sólida nesses momentos.

Modelo de guilhotina comprada pela FEMA.

Outros números alarmantes mostram que essas instalações não serão usadas para pesquisas. Relatórios recentes mostram que a FEMA encomendou 30 mil guilhotinas e 600 milhões de cartuchos explosivos, os mais letais em todo o mundo.
O maior “campo de concentração” encontra-se em Fairbanks,Alaska, e é listado no site da instituição como “base para pesquisas e centro de saúde mental”. Ou os EUA estão esperando que meio mundo fique louco de uma hora para outra ou é verdade que o HAARP vai influenciar as pessoas mentalmente, podendo desencadear instintos inesperados.
LEIS, PROGRAMAS E ORDENS EXECUTIVAS
Em dezembro de 2011, os EUA implantaram em seus setor militar a NDAA (National Defense Authorization Act – Lei de Autorização de Defesa Nacional). Essa lei prevê a prisão de cidadãos americanos sem necessidade de explicação, a autorização do uso de força militar e militares atuando nas ruas. Para um país que se diz o mais democrático e livre do mundo, isso parece mais uma forma de escravidão velada. E mais: os EUA estão trabalhando com o Congressopara suspender a Constituição alegando necessidade de liberdade de ação – qualquer ação – para combater focos de insurgência. Neste momento, até “amantes da liberdade” residentes nosEUA estão sendo chamados de “terroristas” pelo próprio governo.
O Programa REX-84 vem sendo lentamente implantado desde janeiro de 2012. Ele presume um hipotético “êxodo em massa” de estrangeiros ilegais que cruzariam a fronteira entre o México e os EUA. Eles seriam rapidamente cercados e detidos em centros de detenção pela FEMA. O limiar do REX-84 possibilitou que muitas bases militares fossem transformadas em prisões. Nada impede no entanto que estes campos sejam para os americanos legais, inclusive sendo permitido pela Lei Marcial.
As operações Splicer Cable e Garden Plot são dois sub-programas que serão executados assim que o REX-84 estiver totalmente implantado. O Garden Plot (“trama do jardim” ou “túmulo no jardim”) será usado para controlar a população. Já o Splicer Cable autorizará o governo federal a tomar posse de cidades e estados “pelo bem da nação”. A FEMA é o braço executivo do estado policial vindouro, que dirigirá e assumirá todas as operações.
Ordens Executivas poderiam dar o poder de decisão – qualquer decisão – à FEMA e implantar a suspensão da Constituição e da Carta de Direitos.Tais Ordens estão no papel há mais de 30 anos, esperando pela assinatura do presidente – e só isso bastaria, pois o Congresso não teria poder de decisão com a suspensão da Constituição. Algumas dessas Ordens Executivas são as que seguem:

– 10990: o governo pode controlar todos os meios de transporte da nação

– 10995: o governo pode controlar todas as instâncias da mídia

– 10997: o governo pode controlar a energia, gás, petróleo, combustíveis e minerais

– 10998: o governo pode se adonar de todos os meios de transporte, incluíndo carros pessoais, trens e caminhões e ter total controle sobre vias rodoviárias, fluviais e aéreas

– 10999: permite ao governo tomar controle das fazendas e fontes de alimentos

– 11000: permite ao governo convocar civís para compor frentes de trabalho não remunerado sob sua supervisão (escravidão)

– 11001: permite ao governo controlar as instituições de saúde, educação e bem-estar

– 11002: designa um órgão para operar realizando o registro de todas as pessoas

– 11003: permite ao governo tomar controle de aeroportos e aeronaves, inclusive comerciais

– 11004: permite que o governo realoque comunidades inteiras, construa novas casas com fundos públicos, designe áreas que deverão ser abandonadas e estabeleça novos locais para as populações

– 11005: permite ao governo controlar totalmente as vias rodoviárias e fluviais no país, além de prédios públicos de armazenamento

– 11049: prevê a implantação de no máximo 21 Ordens Executivas em um período de 15 anos a partir da data da assinatura da primeira

– 11051: dá validade instantânea a todas as Ordens Executivas em tempos de grandes tensões mundiais e crises econômicas ou financeiras

– 11310: permite ao Departamento de Justiça controlar as Ordens Executivas, legislativas e judiciais

– 11921: permite à FEMA controlar a industria, os recursos, fluxo de dinheiro dentro do país, pagamentos e créditos em qualquer emergência nacional; também proíbe o Congresso de revisar ou revogar qualquer Ordem Executiva por seis meses

As Ordens Executivas da FEMA foram implantadas pelo presidente Jimmy Carter para incorporar atos de Lei ainda mais obscuros, como:
Lei da Segurança Nacional de 1947: permite o realocamento estratégico das indústrias, serviços, governo e outras atividades econômicas essenciais, e racionalizar mão-de-obra, recursos e o setor da produção
Lei de Defesa da Produção de 1950: dá ao governo o poder de controlar todos os aspectos da economia
Lei de 29 de agosto de 1916: autoriza o Secretário da Defesa, em tempos de tensão internacional, a apreender e utilizar qualquer modo de transporte para deslocar as tropas, materiais ou quaisquer outras coisas relacionadas à emergência
Lei Internacional de Poderes Econômicos Emergenciais: permite ao governo dos EUA tomar para sí a propriedade de qualquer estado americano ou mesmo país estrangeiro.
Como vemos, tudo está arquitetado para a grande ilusão mundial e subsequente implantação daNOM pela força. Quem se opor a isso será claramente e indubitavelmente punido ou até mesmo executado, mas o mundo precisa se unir – agora mais do que nunca – para derrubar a tirania que começa a projetar sua figura sombria sobre ele.

Fonte

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!