A comunidade científica internacional tenta encontrar uma explicação para o cadáver de uma estranha criatura marinha, encontrada nas praias de Almería, na Espanha. De acordo com especialistas locais, não foi possível identificar o animal. O corpo foi encontrado por banhistas há cerca de duas semanas, com quatro ou cinco metros de comprimento, flutuando na água. O animal também parecia possuir chifres.   Depois de comunicar o achado ao serviço de emergência, os representantes dos serviços responsáveis pela fauna marinha deram início à análise dos restos orgânicos da criatura, que exibia sinais de decomposição avançada. Em um primeiro exame, os especialistas alegaram que nunca haviam visto um animal semelhante, longe de ser um cetáceo comum. Em um segundo momento,  especulou-se que se tratava de um tipo de tubarão, o que também, em seguida, foi descartado por análises posteriores.   O certo é que, como não se trata de nenhum animal reconhecido pela ciência, e por conta do seu avançado estado de decomposição, o estranho bicho foi enterrado em um lugar não revelado, longe dos olhares dos curiosos. Infelizmente, ninguém quis arcar com os altos custos para a realização de um exame de DNA, de modo que este misterioso ser se tornou um verdadeiro quebra-cabeças para a ciência.  

History Channel

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!