“Bolas de fogo” emanadas das águas do rio Mekong: O Enigma Continua!

3

As ‘bolas de fogo’ que todos os anos nesta época de primavera das águas do rio Mekong, no auge da Tailândia e Laos, atraindo inúmeros turistas, continuam a ser um desafio para os cientistas.

Cientistas tailandeses têm sido incapazes de encontrar uma explicação plausível para esse fenómeno. Em 2003, uma equipe de cientistas do Ministério da Ciência e Tecnologia da Tailândia só poderia apontar a hipótese de que estes incêndios eram o resultado da ignição dos gases metano e nitrogénio causadas por bactérias no fundo do rio.

Estes gases, conforme relatado pelo Ministério, iam inflamar quando em contato com o oxigénio em circunstâncias muito específicas de temperatura e humidade.

Outros estudos indicam que esses gases, como fosfina e difosfina, gás incolor explodiam à temperatura ambiente, embora alguns cientistas, como o professor Jessada Denduangboripant, Chulalongkorn University, Bangkok, acho que é um fenómeno artificial.

Em 2002, uma equipe de Thai iTV canal de televisão transmitiu um programa que mostra como soldados Laos alimentados com pistolas de sinalização que Thais, do outro lado, torcendo para os balões de pensamento eram ígnea.

No entanto, o embaixador do Laos em Bangkok, Hiem Phommachanh, criticou a televisão e negou que o fenómeno era artificial.

Enquanto os cientistas procuram respostas, muitos relacionam o fenómeno local, que coincide com o final de Vassa, também conhecido como Quaresma Monges budistas em que retirar-se para os seus templos durante a estação das monções, com a mitológica serpente Naga.

Algumas fontes populares indicam que a Naga lança bolas incandescentes para cumprimentar Buda na sua visita à Terra no final de Vassa, que dura cerca de três meses, de julho a outubro, dependendo do calendário lunar.

FONTE

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!