Em 2014 o mapa do mundo irá mudar e a Rússia irá ter mais influência que a América e a China. Os habitantes da Arábia Saudita deverão esperar inundações num futuro próximo. Estas são apenas algumas das previsões feitas em entrevista à Voz da Rússia pela “rainha das previsões” do Cairo, Joy Ayyad.

Esta jovem encantadora é apelidada no Cairo de “rainha das previsões”. A previsão do futuro é no Egito uma arte antiga e respeitada, mas os egípcios não acreditam em qualquer. Só que esta senhora é tomada a sério por muitas pessoas.

Joy Ayyad se graduou como bacharel em arte francesa, mas a sua vocação é ser astróloga e numeróloga. As suas previsões já são publicadas há cerca de dez anos. Segundo afirmam os seus numerosos admiradores, essas previsões se cumprem com uma precisão admirável.

Joy Ayyad obteve a sua verdadeira fama já este ano, quando ela previu o derrube do presidente Mohamed Mursi. Além disso, ela o previu num momento em que as posições do presidente pareciam inabaláveis. Contudo, a astróloga afirmava com convicção nas telas dos televisores que, segundo ela, Mursi iria inevitavelmente abandonar o posto. Os apresentadores dos programas respondiam com sorrisos céticos. No final, os céticos tiveram de reconhecer a sua derrota.

Voz da Rússia: Recorde-nos algumas das suas previsões que já se cumpriram nos últimos tempos. Poderá revelar-nos o seu mecanismo de previsão?

Joy Ayyad: Eu previ o atentado na igreja de Alexandria e a morte do vice-presidente do Egito Omar Suleiman, um terremoto no Irã e um furacão nos EUA. Tudo isso foi registrado na minha página do Facebook.

Quanto ao mecanismo das previsões, todos querem conhecê-lo. Eu também gostaria. Algumas das minhas previsões no início também me surpreendiam, eu própria não entendia completamente do que se tratava. Assim, por exemplo, tudo indicava que um dos líderes da Irmandade Muçulmana no Egito iria ser humilhado devido a uma mulher e que outro se iria comportar como uma mulher. Quando o divulguei, eu própria não sabia como explicá-lo na altura. Mas quando, pouco depois disso, a Irmandade foi derrubada e o seu líder espiritual Safwat Higazi tentou fugir do Egito vestindo um niqab (véu feminino) metade da predição se tinha cumprido. Mais tarde Khairat el-Shater, o segundo dirigente da Irmandade, foi desmascarado devido à sua esposa: foi descoberto que ela coordena a ligação entre a Irmandade e o Hamas palestino.

Ainda antes eu já tinha previsto que Al-Sisi, o ministro da Defesa que em finais de junho e início de julho apoiou as grandes manifestações para o derrube de Mursi, iria obter uma grande popularidade, e isso também se cumpriu. Eu falei nisso vários meses antes da revolução de 30 de junho.

Voz da Rússia: O que nos reserva o futuro?

Joy Ayyad: Já que estou falando para a Voz da Rússia, posso dizer, e digo-o pela primeira vez, que a Rússia irá ter uma grande influência no mundo, mais que a América e a China. O Egito voltará a ser o líder dos Estados árabes. O Egito e a Rússia irão construir uma aliança sólida. Os vizinhos do Egito irão atravessar tempos difíceis. Haverá uma segunda revolução na Tunísia e uma mudança de poder na Líbia.

Ainda na nossa região irão ocorrer catástrofes naturais. No Egito, por exemplo, teremos queda de neve. Haverá uma inundação no Egito, provavelmente em Jeddah.

Em 2014 o mapa do mundo irá mudar, e isso irá se refletir também na Rússia. A Rússia também terá de rechaçar um grande ataque terrorista. Isso será conseguido graças às suas forças de segurança e a tecnologias que desconhecemos, mas que são realmente as mais avançadas do mundo.

Em geral, no mundo haverá em breve grandes mudanças. Todos os acontecimentos importantes que determinaram o início de uma nova era já ocorreram em 2013. Por enquanto, muitos desses acontecimentos ainda não foram revelados à maioria das pessoas, mas mais tarde nós iremos conhecê-los. Mas neste momento devemos aguardar tempos novos. Eles já estão começando.

Fonte: http://portuguese.ruvr.ru

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!