Bradley Manning era analista de inteligência do Exército no Iraque e no Afeganistão. Mas Manning possuía transtorno de identidade de gênero e para tentar ‘se curar’ entrou no exército. Mas infelizmente, isso só serviu para Manning ser vitima de bullying por parte dos outros soldados.

Enquanto estava no exercito, Manning ouviu várias coisas chocantes das ações dos soldados, e reclamou com seus oficiais. O resultado foi desastroso, e os oficiais começaram a desconfiar de Manning. Após uma briga com uma soldada mulher, Manning fora penalizado e foi colocado no setor de “correios”.

Uma vez lá, Manning soube da lista de documentos procurados pelo Wikileaks. Manning então copiou as informações para um cd, o qual colocou o nome Lady Gaga para passar despercebido.

Dentre as informações passadas, estava este vídeo:

Vídeo mostra militares americanos matando a tiros de helicóptero dois funcionários da agência de notícias Reuters. As imagens tiveram sua autenticidade confirmada e vêm se tornando o maior escândalo da Guerra do Iraque desde as fotos de tortura na prisão de Abu Ghraib.

http://teiacast.com.br

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!