Por Lucas Reis

A Teoria chamada de Antigos Astronautas, Alienigenas do Passado ou Peleocontato, consiste na proposição que seres extraterrestres visitaram a Terra na antiguidade e fizeram contato com os humanos.

Os proponentes sugerem que as divindades são seres extraterrestres, e sua tecnologia empregada em um passado remoto foram tomadas como prova de sua condição divina. Segundo os estudiosos, esse contato influenciou o desenvolvimento humano: cultural, tecnológico, biológico e religioso.

Estas propostas foram popularizadas por autores na segunda metade do século XX como: Erich Von Däniken, Robert Temple, Zecharia Sitchin, Giorgio A. Tsoukalos, Robert Bauval, Charles Fort, W. Raymond Drake, William Bramley, David Hatcher Childress, Robert Charroux e Graham Hancock.

Segundo eles, os seres humanos são descendentes ou criação de uma civilização avançada (ou várias) de seres extraterrestres que desembarcaram em nosso planeta há milhares de anos. Os defensores da teoria também acreditam que muitas das construções megalíticas antigas tiveram auxílio dos visitantes.

Os defensores argumentam que a teoria dos astronautas antigos preenche lacunas em registros históricos e arqueológicos, e também defendem que as explicações ausentes ou incompletas nestes contextos apontariam para a existência de antigos astronautas. Artefatos arqueológicos anacrônicos, ou além das capacidades técnicas das presumíveis culturas históricas, são grandes evidências que apoiam os pesquisadores.

Outro grande apoio da teoria é Francis Crick, o co-descobridor da estrutura em dupla hélice do DNA, que acreditava firmemente no que ele chamou de panspermia, o conceito de que a Terra foi “semeada” com a vida, provavelmente na forma de algas azuis, por espécies extraterrestres inteligentes, com a finalidade de assegurar a continuidade da vida.

Os defensores citam mitologias antigas para apoiar seus pontos de vista com base na idéia de que antigos mitos da criação, de deuses que descem do céu para a Terra, para criar ou instruir a humanidade são realmente representações de visitantes extraterrestres, cuja tecnologia superior fizeram-nos recebidos como deuses. Façamos uma analogia com ocorrências em tempos modernos, quando as culturas isoladas foram expostas à tecnologia ocidental, como no início do século 20, onde foram descobertos no Pacífico Sul culturas que acreditavam que vários navios ocidentais e suas cargas foram enviadas pelos deuses, como cumprimento das profecias sobre o seu retorno.

As evidências arqueológicas

Pinturas antigas de Val Camonica , Itália

Tampa do sarcófago de Pakal o grande, que de acordo com Von Däniken representa um “antigo astronauta” ascendente para as estrelas em sua nave espacial.

Selo Mesopotâmico

Hieróglifos em Abidos, no Egito

A Dogu estatueta do Japão (datado de 1000-400 aC).

Rama está sendo recebido de volta para Ayodhya , em seu “carro voador”; alguns teóricos antigos astronautas afirmam como prova para veículos voadores na antiguidade antiga

A Visão de ezequiel

Comparação de alguns pictogramas Urais às modernas fórmulas estruturais de diversos compostos químicos (de acordo com pesquisador russo Vladimir Avinsky)

Wondjina arte rupestre do Kimberley , Austrália

“O Astronauta” – um grande geoglifo próximo as Linhas de Nazca

Ahu Tongariki perto de Rano Raraku

Crânio artificialmente alongado – Nazca, no Museu Regional de Ica, no Peru

Construções similares em diferentes continentes, que segundo a história oficial, não tinham qualquer ligação.

 

Agradecimento:
Lucas Reis
é especialista na teoria dos Deuses Astronautas e colaborador do Verdade Mundial

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!