O presidente Venezuelano Nicolás Maduro está movendo seu arsenal de guerra pelas estradas regionais no centro desde Palo Negro em Maracay tendo como destino Fuerte Tiuna. Tudo isso acontece enquanto a população rejeita as festividades carnavalescas do País. As negociações de paz e mostram o oposto, com essas ações:

Misiles 1

misiles 2

misiles 6

misiles 7

Fonte

Militares declaram seu descontento com o governo de Maduro

“Este governo não tem muito tempo, depende de todos nós”, disse um manifesto de 15 páginas obtido pelo jornal DIÁRIO DAS AMÉRICAS

Dada a crise que abalou Venezuela, meios militares dentro das forças armadas bolivarianas emitiram um documento afirmando a sua rejeição do governo de Nicolas Maduro e com o mandato anterior do presidente Hugo Chávez.

“Povo Venezuelano, estamos com vocês, pedimos perdão pelos maus-tratos por parte da polícia e da Guarda Nacional, também queremos um país melhor “, disse o militar em um extenso manifesto de 15 páginas.

(Ver documento AQUI )

A declaração reúne as opiniões de 590 funcionários, 1.500 membros , além da Guarda Nacional .

Segundo a fonte que forneceu o documento , a declaração representa o alívio de 80% das Forças Armadas .

O texto começa por abordar o povo da Venezuela , afirmando que “é muito triste ver os dias difíceis que estamos vivenciando em nosso país por causa de más políticas de Estado, a má gestão e maus conselhos do governo cubano. “

FONTE: Jornal Américas

Dica do leitor Nédio Halembeck

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!