Será que estamos sozinhos no universo? A pergunta final de vida fora da Terra e do sistema solar toma o lugar central em uma conferência científica liderada pelo Observatório do Vaticano e uma Universidade do Arizona esta semana.
Cerca de 200 cientistas estão participando da conferência, chamada “The Search for Life além do sistema solar: Exoplanetas, Biosignature & Instruments”, que decorre de 16 de março a 21 em Tucson, Arizona.

Gabriel FunesO Observatório Vaticano está co-sediar a conferência com a Universidade do Observatório Steward da Arizona.
“Encontrar vida fora da Terra  é um dos grandes desafios da ciência moderna e estamos animado para que os líderes mundiais neste campo juntos em Tucson “, disse o co-presidente do evento Daniel Apai, professor assistente de astronomia e ciências planetárias da UA Steward Observatory, em um comunicado. “Mas se chegar a um objetivo tão ambicioso requerplanejamento e tempo. O objetivo desta reunião é discutir como podemos encontrar a vida entre as estrelas dentro das próximas duas décadas”.

Rev. Paul Gabor do Observatório do Vaticano , outro co-presidente da conferência, acrescentou que os cientistas vão dar mais de 160 apresentações de pesquisa durante a conferência desta semana.
Segundo os organizadores, a conferência abordará os desafios técnicos de encontrar exoplanetas e de imagem e identificação bioassinaturas nas atmosferas de mundos distantes. Outras apresentações vão discutir o estudo de formas de vida que vivem em ambientes extremos na Terra, que poderiam ser análogos aptos para a vida em outros planetas.
A conferência não é aberto ao público, mas Instituto de Astrobiologia da Nasa vai transmitir imagens ao vivo das sessões. Você pode aprender mais sobre a conferência, através do seu site: http://www.ebi2014.org/

Através de José Gabriel Funes, diretor do Observatório do Vaticano, a Igreja Católica reconhece que é possível a existência de vida fora da Terra, e concorda que Seres extraterrestres visitam a Terra em objetos por aqueles que os tripulado inadequadamente eles se referiu como OVNIs (Objetos Voadores Não Identificados).

Gabriel Funes
O que para qualquer um seria uma melhoria de aceitação da igreja desta realidade, em vez traz confusão, porque então podemos garantir que injustamente foi julgado Galileo Galilei, e todos aqueles que de uma vez compareceu perante a hierarquia do catolicismo com a evidência e foram ignorados ou mortos.

crédito imagem: Rafael Amorim

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!