O H.A.A.R.P Brasileiro

2
Tido pela maioria dos cientistas como “uma máquina de vandalismo global“, oPrograma de Pesquisa Ativa de Alta Frequência na Aurora (HAARP) tem sido a base de debates pelo mundo todo. Discute-se seu uso, sua utilidade e sua interferência no planeta e seres humanos.
Basicamente, o HAARP é oficialmente explicado como uma máquina de pesquisa ionosférica que visa descobrir segredos de nosso planeta. Extra-oficialmente, como dito por teóricos e mesmo cientistas contra o projeto, o HAARP é uma máquina que mexe com as ondas sonoras inaudíveis e frequências magnéticas com o fim de dominar o mundo pelo medo.
Há relatos de que o HAARP foi o responsável pelos terremotos do Haiti (01/2010) e Chile(02/2010), onde a manipulação da frequência das placas tectônicas teria causado as catástrofes. O mesmo fato seria abordado em outras ocorrências que culminariam com o terremoto/tsunami do Japão (03/2011) e a erupção do vulcão Puyehue em 06/2011. Ainda há quem afirme que o HAARP desvia tempestades para países inimigos dos EUA e também provoca secas dizimadoras no intuito de fazer tais populações curvarem-se á vontade daquela nação.
Mas o mais alarmante aspecto do HAARP é, segundo teorias, a manipulação cerebral. Nosso cérebro funciona basicamente através de ondas e frequências que regulam nosso corpo e nosso pensamento, sendo que a mínima mudança em quaisquer delas pode afetar nosso julgamento. Neste momento podemos estar sendo condicionados a apoiar os EUA em uma IIIGM intencionalmente gerada por eles ou algo do tipo. Tal tese não é fictícia, pois a União Soviética usava o programa DUGA-3, exatamente igual ao HAARP, nos anos 1970 para testar a possibilidade de controle mental das massas e teve sucesso ainda que pouco.··.
clip_image001
DUGA-3, o complexo de antenas conhecido como “O Muro de Chernobyl”
No Brasil, não estamos livres do HAARP. Ele está instalado no Maranhão, no Observatório Espacial de São Luiz, e é usado também para ‘pesquisar a ionosfera‘.
clip_image002
HAARP em São Luiz, Maranhão
Qualquer bom observador pode ver através das fotos que o complexo de antenas é similar nas três fotos, sendo o complexo HAARP dos EUA e o do Maranhão duplicatas exatas. A finalidade destas antenas espalhadas pelo mundo é classificada como “SECRETA” pelos EUA, que somente revela o que já foi dito milhares de vezes: elas estudam a ionosfera.·.
clip_image003
Localização de todos os HAARP no mundo
O que ocorre em outros lugares próximos ao HAARP também ocorre no Brasil. Há relatos de perturbações nas frequências eletromagnéticas quando a máquina está ligada e muitos dizem que se pode até ouvir o HAARP. Pesquisas feitas durante anos têm comprovado uma relação acurada de aumento de frequências nocivas e datas de uso do complexo. No caso do Brasil, é comprovado pelo próprio INPE o lançamento de raios invisíveis contra a ionosfera no intuito, segundo eles, de melhorar a recepção de sinaisUHF e VHF nas regiões equatoriais.
O HAARP brasileiro está entre os possíveis causadores dos “buracos para o inferno” naGuatemala em 2007 e 2010. Tais buracos apareceram ‘do nada‘ e tinham 100 metros de profundidade, sendo que não eram geológicamente explicados. Outro buraco inexplicado apareceu no mar da Guatemala em 2008/2009.·.
clip_image004
clip_image005
Os ‘desinformantes‘ de plantão logo disseram que ambos os buracos em uma comunidade da Guatemala haviam sido causados por rios subterrâneos que corroeram o calcário das rochas e abriram as crateras, mas não houveram sequer pistas mínimas de infiltração nas rochas dentro do buraco. Já o buraco no mar teve como explicação um esdrúxulo “canos furados no subsolo marinho“. As mesmas explicações infantís foram dadas aos diversos buracos misteriosos que apareceram na China em 2009.
Somente uma arma muito poderosa e apontada de cima poderia fazer tamanho estrago com algum tipo de raio, exatamente o material com que o HAARP opera. Segundo teóricos, o HAARP lançaria raios até a atmosfera e estes seriam desviados por ela para o local designado através do uso de ângulos abrindo as crateras misteriosas ao serem testados. Isso. claro, carece de comprovação, mas quase consegue a mesma através de uma simples explicação: GUERRA.
Note que tanto a Guatemala quanto o Chile e a China são contrários aos EUA; o Haiti é um país que não contribui com nada e o Japão é a terceira economia mundial, a qual cresce e deve alcançar os EUA em breve. Uma guerra psicológica com o uso de uma nova arma poderia drenar a vontade destes países e fazê-los aceitar acordos e mesmo a dominação dos EUA em um prazo determinado pela intensidade dos ataques. O Brasil, que tem seu HAARP no Maranhão, poderia estar sendo atacado também ou mesmo causando perturbações em sí mesmo.
As mudanças climáticas no Brasil nunca foram tão grandes e em tão pouco tempo. Há duas semanas do inverno já são registradas temperaturas abaixo de zero em diversas regiões que antes não sofriam com o frio. Tempestades repentinas e de grande intensidade têm atingido cidades e derrubado tudo à sua frente em uma demonstração digna da Ira de Deus descrita na Bíblia. Isso poderia até passar despercebido, mas não quando se fala de máquinas que poderiam destruir seus inimigos através de frequências e uma delas está no Brasil.
Enquanto não se sabe o real propósito do HAARP, tudo não passa de especulação e, mesmo que as teorias sejam corretas, tudo será encarado como delírio conspiratório. Mas digam o que disserem, com certeza há algo de muito maligno por trás de projetos como o HAARP e o LHC comandados pelos EUA. Só podemos esperar que tivessem tempo de pará-los antes que o mal seja feito em seu todo.

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!