Saiba mais sobre implantes alienígenas

2
Quantas pessoas sabem das últimas descobertas (provas físicas) de implantes extraterrestres? A partir da pesquisa do cirurgião podiátrico,Roger Leir(recém falecido), cientista de materiais químicos (e especialistas tecnológicos de nano tubos) Steve Colbern e o físico Robert Koontz.
Os Implantes alienígenas Greys são um fenômeno mundial, ou talvez por zonas localizadas, mas em muitos casos eles são fisicamente detectáveis. Você já notou um objeto estranho depois de um sonho estranho ou paralisia do sono? Pois saiba que implantes alienígenas reais já foram encontrados.
De que são feitos? Muitas vezes “Meteoric Ferro” (com isótopos não-terrestres) com cobalto e quantidades significativas de irídio. Eles têm razões isotópicas que não ocorrem naturalmente na Terra. Um era de uma classe de meteoritos de ferro-níquel chamados hexahedrites. Especulativamente: isótopos mais pesados e ​​podem ter sido formados perto do núcleo galáctico e ou devido à supernovas.
Eles são normalmente irregulares e cobertos com uma casca oleosa e um  revestimento duro que impede a rejeição do corpo. Não produzem resposta imunológica. O tecido biológico cresce a partir do metal. Isto foi visto com EDX Microscopia Eletrônica.
Alguns dos implantes emitem sinais de rádio FM de radiação eletromagnética antes da remoção de frequências relacionadas com escalares de 93 MHz, 15 MHz, até mesmo uma frequência utilizada nas comunicações de satélites espaciais. Parecem ter um revestimento de superfície, sensível ao fônons, a fim de retransmitir ondas sonoras. Se você quebrá-los, eles se remontam (Bob Koontz). Há eletrônica de nano tubos de carbono nesses dispositivos não encontrados na natureza (Steve Colbern). Eles parecem ser nano tubos de parede simples. Steve Colbern, cientista químico material, nano-técnico  diz que é tecnologia muito avançada para a Terra (e possivelmente encoberta na Terra). Roger Leir menciona que eles são frequentemente encontrados em muitos lugares, não só superficialmente no corpo, mas também perto de ossos. As células nervosas se conectam aos dispositivos! Alguns dos objetos têm fortes campos magnéticos de mais de 10 milligauss.
Cerca de 15% dos abduzidos mostram significativa fluorescente, brilha na área da pele por até 1 mês (detectáveis ​​com UV-A, mas mais com UV-B e UV-C). Detectores de metais, raios-X e medidores de Gauss podem detectá-los no corpo. Mas é claro que com raios-X, é difícil localizá-los, as tomografias podem localizá-los com mais precisão.
Muitas vezes, não há sinais visíveis de entrada. Se os sinais de entrada são detectados logo após um evento de implante eles fecham-se e não deixam nenhuma marca em um dia ou dois. Cerca de 24 implantes já foram recuperados. Alguns têm rômbicas estruturas cristalinas regulares, orto de cloreto de sódio, que são retangulares e variam em tamanho (Steve Colbern). Talvez eles sejam usados ​​para gerar freqüências de rádio escalares (Bob Koontz). Muitas vezes, o cirurgião podiátrico, Roger Leir, tentou removê-los com aço cirúrgico, para evitar o uso do bisturi.
Se cerca de 2% da população dos EUA tem vários sinais de abdução é realmente um indicativo de que talvez o número de pessoas implantadas seja, relativamente falando, muito grande. Se isto é real. Quantas pessoas estão sendo implantadas ou monitoradas de outras maneiras por seres ETs não-cinzas?
Dr  Roger Leir  Evidência Física de Implantes AlienígenasNOTA ETs & ETc…: O dr. Roger Leir, infelizmente falecido recentemente, alertou que em alguns casos é possível descobrir se há um implante em seu corpo, passando próximo ao local suspeito, uma LUZ NEGRA. Alguns implantes fazem a pele fulgurar em contato com este tipo de iluminação. Outra coisa impressionante que o dr. Leir descobriu empiricamente em suas cirurgias, é que em alguns casos, um implante quando retirado do corpo do implantado e limpo, se desintegrava, simplesmente desaparecia. Para evitar que isso ocorresse mais vezes ele começou a adotar a seguinte prática: Retirava um pouco do sangue do implantado e colocava em um recipiente, depois retirava o implante e sem demora colocava-o no recipiente com o sangue do implantado. De alguma forma o implante, depois de um determinado tempo, fora do corpo do implantado(sem o contato com o seu sangue) se desintegrava. Já pensou que tecnologia é essa? Será que estão muito à nossa frente ???
Abaixo confira uma das cirurgias de retirada dos Implantes:

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!

  • Deve ser isso que os americanos estejam buscando…<br />

  • Talvez o anti-cristo não seja uma entidade totalmente humana. Em breve ele se apresentará a humanidade e mostrará do que é capaz!