Observatório (da Universidade de São Paulo-USP) confirmou a ocorrência de abalo sísmico em Gramado, no RS, Brasil.

Tremor de 3,2 º graus na escala Richter foi confirmado pela USP.
Moradores da região da serra gaúcha se assustaram com os barulhos e avisaram os bombeiros. De acordo com o Observatório da USP, essa é a primeira vez que o fenômeno acontece na região da serra gaúcha de Gramado. O centro do abalo sísmico, que provocou os tremores de terra na cidade, foi na Cordilheira dos Andes.

Moradores da grande Porto Alegre relatam estrondo e tremor durante madrugada desta quinta feira (07) em cidades da região metropolitana da capital do RS

O Observatório da Universidade de São Paulo (USP) confirmou no início da tarde desta segunda-feira (4) que houve um abalo sísmico na noite de domingo (3) em Gramado, na Serra do Rio Grande do Sul. Segundo José Luiz de Oliveira, diretor do Parque do Caracol, em Canela, onde o sismógrafo está instalado, o tremor atingiu 3,2º graus na escala richter.

De acordo com o Observatório da USP, essa é a primeira vez que o fenômeno acontece na região da serra gaúcha de Gramado. O centro do abalo sísimico, que provocou os tremores de terra na cidade, foi na Cordilheira dos Andes, que se estende da Venezuela até a Patagônia, atravessando todo o continente Sul-Americano.

Gramado

Gramado/RS

Os bombeiros de Gramado afirmam que receberam de 30 a 50 ligações de moradores após as 23h de domingo para relatar os tremores de terra. As chamadas vieram de todas
as partes da cidade, mas principalmente dos bairros Bavária, Piratini e Floresta. De acordo com as autoridades, não houve abalos estruturais em Gramado.

No dia 28 de junho um tremor de 3,6º na escala richter foi registrado em Caxias do Sul, também na Serra gaúcha. Segundo Oliveira, a partir do número três na escala, a situação do terremoto já é considerado crítico.

A USP conta com dois observatórios no Rio Grande do Sul. Um em Canela, na Serra, e outro em Caçapava do Sul, na Região Central.

Moradores da grande Porto Alegre relatam estrondo e tremor durante madrugada desta quinta feira (07) em cidades da região metropolitana da capital do RS. Policia militar recebeu mais de 30 ligações em Esteio, Canoas e Sapucaia do Sul. Casas tiveram vidros rachados; polícia não descobriu causa do barulho.

Moradores de Esteio, Canoas e Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre, relataram durante a madrugada desta quinta-feira (dia 7) ter ouvido um forte barulho e sentido um tremor de terra. A Brigada Militar diz ter recebido mais de 30 ligações nas três cidades, todos relatando o fato por volta da 1h30.

Algumas casas tiveram os vidros rachados com o impacto. A Brigada (polícia) Militar de Esteio percorreu ruas onde ficam agências bancárias e indústrias, mas não encontrou nada fora do normal.

“Me apavorei”, diz o pintor Jocemar da Silva, que relatou ter sentido a casa de uma amiga, onde estava, tremer. “Do nada deu um estouro”, contou.

banco_5043_a

Cidade de Caxias do Sul, na serra gaúcha, sul do Brasil.

Quem estava trabalhando parou para tentar ver o que acontecia. “Estávamos aqui e, de repente, deu aquele estouro, um tremor. Chegou a tremer as paredes e tudo”, diz o frentista João Batista.

Fontes: G1

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!