Entenda como experiências de vidas passadas de aperfeiçoamento moral podem ficar impregnadas no espírito humano

Muitos seres encarnados atualmente na Terra, por mais que estejam vivendo vidas normais ou sem grande expressão, podem carregar, adormecidos em seus corpos espirituais, símbolos de força, apenas aguardando o momento e a condição favoráveis para eclodir. Esses símbolos são conquistas de níveis conscienciais adquiridos em outras vidas.

            Cada experiência encarnatória[1] bem vivida – no que se refere ao cumprimento da missão da vida física, evoluindo, harmonizando-se, harmonizando-se com terceiros e praticando o altruísmo – ancora no corpo espiritual da pessoa um símbolo de força que é como uma medalha de honra ao mérito ou uma condecoração. Portanto, esses símbolos guardam uma força de realização muito forte, porque acumulam em suas matrizes a vibração condensada de uma vitória encarnatória. Parece simples dizer vitória encarnatória, mas infelizmente uma experiência material bem vivida, bem aproveitada no que concerne à evolução do espírito sem que se tenha gerado alta carga de carmas negativos[2] é algo raro. Medo, culpa, insegurança, pessimismo, limitação mental, rebeldia, intolerância, tristeza e melancolia são sentimentos comuns a todas as pessoas da Terra e têm como origem principal as experiências reencarnatórias fracassadas, nas quais o indivíduo, em vez de utilizar a passagem pela vida física para se purificar, acabou, por seus erros e distrações, densificando-se ainda mais. Essa é a característica mais marcante na história das sucessivas encarnações pelas quais a humanidade já passou: experiências fracassadas!

 Nesse cenário, uma simples vida de sucesso, entre tantas experimentadas por um espírito, pode significar uma grande virtude que fica armazenada “a ferro e fogo” na matriz espiritual daquele ser.     Portanto, os símbolos de força são como medalhas de honra ao mérito que promovem a patente da escala evolutiva do ser humano.

No lado material da vida, em que as vaidades e o ego entorpecem a consciência dos homens e cega suas visões espirituais, o dinheiro, as posições sociais, os cargos, os bens materiais, o sobrenome podem manifestar o sucesso ou o insucesso de uma pessoa. Entretanto, no plano espiritual, o que realmente determina o sucesso de um indivíduo é o seu nível de aprimoramento espiritual, que não pode ser disfarçado, manipulado clandestinamente ou imposto pela ganância. No plano espiritual, é a capacidade de viver a verdade do Grande Espírito Criador que realmente conta!

 Por isso, cada símbolo de força só pode ser adquirido com muita dedicação e entrega espiritual ao longo de uma vida física, pois não pode ser conquistado sem que haja merecimento e entrega.

 Cada símbolo carrega grandes quantidades de energias positivas impregnadas com a força de dons e habilidades desenvolvidas na encarnação de sucesso correspondente. Por exemplo, se alguém viveu uma vida dedicada ao cultivo de plantas medicinais, com objetivos de ajuda coletiva e que porventura tenha vivido essa experiência com foco e determinação a serviço do bem maior, ao desencarnar terá ativado em seu corpo espiritual um símbolo de força que carrega consigo muitas habilidades com a medicina das plantas. Isso é o mesmo que dizer que aquela pessoa é iniciada nas específicas habilidades adquiridas naquela experiência.

Esse poder retido no símbolo de força pode não estar ativado na pessoa ainda em sua encarnação atual, portanto muitas vezes ela nem sente a força do dom oculto que tem. Uma vez que seja ativado, então todas essas habilidades podem vir à tona e esse afloramento poderá gerar uma transformação poderosa na vida da pessoa. São suas iniciações se revelando!

ws_Drak_Clouds_1024x768-1Os símbolos de força são registros de virtudes condensadas na alma de espíritos que viveram uma ou mais experiências reencarnatórias de sucesso. Em outras palavras, esses símbolos representam potenciais adormecidos nos corpos espirituais de muitas pessoas – ou como chamamos, iniciações –, prontas para entrarem em ação quando as condições favoráveis ocorrerem. E o momento é agora, ou melhor, uma faixa de tempo terrestre que vai da atualidade até aproximadamente trinta anos adiante.

O plano dos seres de luz é o de aproveitar os fluxos naturais que se aproximam para estimular a habilitação dos símbolos de força nas pessoas portadoras. Esses anos vindouros carregam ingredientes cósmicos especiais para produzir gradativamente o despertar dos símbolos. O resultado dessa onda de bem-aventurança será uma alteração de consciência em proporções planetárias incríveis.

Com seus símbolos ativados, diversos seres humanos naturalmente serão compelidos a fazer grandes “obras” no sentido da evolução do bem maior. Muitos serão internamente tomados por uma vontade superior de liderar grandes projetos que envolvam incríveis mudanças de consciência em seus ambientes, grupos sociais, familiares, entre outros. Assim, gradativamente, as pessoas atenderão seus chamados internos, em sintonia com as forças do Cristo, para desenvolverem seus papéis no sentido da evolução do planeta, desempenhando nobres tarefas que estejam ligadas às características dos símbolos de força ativados.

         Sabemos como certo também que nenhum símbolo de força despertará no indivíduo alienado para as verdades espirituais. Como já comentado, essa é uma força de oposição que impede a ativação do poder iniciático que o símbolo carrega. É uma escolha que cada pessoa faz ao se afastar do caminho da evolução da consciência. Em contrapartida, qualquer pessoa moderadamente conectada com a espiritualidade poderá sentir atualmente, e no futuro muito próximo, a ativação dos seus símbolos de força. E, se assim ocorrer, dentro de cinco, dez ou vinte anos, teremos cada vez mais pessoas fazendo a diferença, em todo o mundo, gerando bons exemplos, estimulando sentimentos nobres, liderando projetos iluminados e sinalizando para os demais – que estão em estágios menos adiantados – os novos rumos a serem seguidos. Esse é um caminho sem volta, pois a semeadura já foi feita há milênios, e, sendo assim, chegou o momento da germinação pela ação dos mecanismos naturais oferecidos pelo Grande Espírito Criador.

No momento em que essas pessoas aparentemente comuns começarem a receber as ativações naturais para o despertar das virtudes dos seus símbolos, as mudanças em seus estilos de vida serão irrevogáveis, porque sentirão uma força descomunal pulsando em suas almas, chamando-as para suas missões. Isso já acontece no mundo com muitas pessoas, entretanto começará a ocorrer com maior frequência. Do dia para a noite muitos começam a sentir seus ideais de vida renovados, seus valores purificados, tomam decisões diferentes e alinham-se naturalmente aos propósitos de Deus nesse fluxo de evolução da consciência.

        Quando um único símbolo de força é ativado, a energia e os potenciais que ele desperta são tão intensos que a pessoa não consegue mais impedir as mudanças que virão em sua vida. O melhor é que a identificação dela com as virtudes afloradas é naturalmente tão grande – por estar em sintonia com sua essência – que os movimentos de mudança são normalmente muito agradáveis ao recém-despertado.

Todas essas possibilidades nos mostram uma visão clara de um futuro próximo realmente animador, sinalizando que os tempos áureos estão por vir!

Essa revelação a respeito dos símbolos de força precisa ser absorvida com sabedoria e tranquilidade, porque, na essência da palavra, um iniciado não é uma pessoa que tem superpoderes, mas sim alguém que vive seu propósito plenamente. Dessa forma, podemos encontrar pessoas que não possuam símbolos de força adormecidos em suas almas, todavia vivem suas missões com fé, devoção e com foco nos propósitos maiores. Ser iniciado é o mesmo que viver a sua melhor face, fazer o que de melhor pode ser feito. Por isso, mesmo que uma pessoa não tenha símbolos de força em sua alma, ainda assim ela poderá ser impulsionada a grandes feitos.

 Nessa visão podemos concluir que de nada adiantará uma pessoa possuir símbolos de força se esses não forem despertados para os propósitos mais elevados. Todo cuidado com a vaidade e o ego é pouco.

Um iniciado é um ser que carrega consigo uma força que foi criada e sustentada por ele próprio, seja na vida atual, seja na vida passada. Claro que, se essa energia já estiver armazenada por conta de seus sucessos encarnatórios em vidas passadas, as suas possibilidades serão ainda maiores, ou seja, se, além de a pessoa viver na existência atual com foco em sua missão, ela tiver a força acumulada de encarnações anteriores, então seu poder será muito maior. Essas pessoas, quando despertam seus potenciais, seguramente fazem a diferença onde vivem, pois sempre contribuem para transformar o mundo em um lugar melhor para se viver.

Texto do espírito Cristopher, psicografado pelo professor Bruno J. Gimenes.

 Bruno J. Gimenes é Escritor autor de 9 livros, entre eles Ativações Espirituais e Sintonia de Luz.  Professor Palestrante – Criador da Fitoenergética e Cofundador do Luz da Serra ( www.luzdaserra.com.br) instituição situada na Serra gaúcha que é referência de ensino na temática da espiritualidade de evolução da consciência.

O tema relacionado a esta matéria está presente no seu novo Livro OS SÍMBOLOS DE FORÇA – A VOLTA DOS INICIADOSconheça, CLIQUE AQUI


[1] Refere-se a uma vida, no sentido de uma encarnação do espírito em um corpo físico que deve existir para evoluir e promover a purificação da alma, nas sucessivas experiências ou encarnações.
[2] Refere-se a lei da ação e reação. São todas as ações já cometidas por nós que trazem os resultados atuais das situações presentes. O carma ruim é derivado de ações negativas, densas ou destituídas de amor.

About Author

Trabalha na área de Controle de Qualidade em uma empresa Suíça. A espiritualidade fez com que Marluce despertasse espiritualmente. Sem um certo nível de consciência espiritual é impossível perceber a magia da vida.