Sim meus queridos, o nosso pimpolho Zuckerberg colocará em vigor (o que já estava ruim ficará ainda pior) novas leis nos termos de uso da famosa Rede Social, o Facebook. Pra você que, assim como eu utiliza do facebook para promover o seu trabalho em uma rede “Grátis” onde o seu produto, trabalho, dom, ou ajuda pode mudar vidas ou adicionar conteúdo de qualidade ao próximo terá mudanças drásticas pois para eles, não somos o que realmente é visualizado (e por um lado eles tem razão mas…), o que realmente importa é o que as pessoas postam em seus perfis, o que é mais visualizado (status, fotos e locais aonde esteve) fazem mais a cabeça dos usuários que propagandas de empresas, artistas, comércio. Pois bem, teremos cortes neste ponto e teremos que abrir os bolsos se quisermos ser visualizados na rede.

Ao que consta, novas alterações que o Facebook introduzirá a partir de janeiro em seu algoritmo tem como objetivo inibir postagens que sejam “excessivamente promocionais”.

As mudanças farão com que ofertas para venda de produtos, merchandise, instalação de apps ou promoções dificilmente apareçam na timeline dos usuários, mesmo que estes tenham curtido a página da banda ou artista.

Em uma nota no blog oficial, a equipe do Facebook explica que conduziu uma pesquisa com usuários, e concluiu que a maioria quer saber dos amigos ou sobre coisas que lhes seja de interesse e que grande parte do material promocional que lhes aparece não vêm de anúncios mas sim de postagens feitas por terceiros. E, sendo assim, o objetivo destas novas medidas é diminuir de forma significativa a distribuição deste conteúdo.

Mas certamente um dos impactos será fazer com que mais interessados em divulgar seus produtos ou serviços paguem por anúncios, já que terão dificuldades maiores em atingir o público apenas com postagens.

A matéria completa (em inglês) aqui

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!