No último sábado, 27 de dezembro, bolas de fogo incandescentes cruzaram os céus do centro-oeste do Brasil, e assustou moradores de toda essa região. Os incríveis bólidos foram vistos principalmente em Mato Grosso do Sul. Outros meteoros também foram vistos na mesma noite em outras localidades, incluindo Campo Grande, Paraná e até mesmo no Paraguai.

Durante a queda desses meteoros, os moradores ficaram assustados, afinal, não se sabia o que estaria causando esse intrigante fenômeno. A passagem das bolas de fogo foi tão lenta que várias pessoas a registraram:

Observadores de diversas regiões acreditavam ser algum tipo de asteróide, cometa, ou algum outro objeto espacial colidindo com a Terra, o que causou um certo pânico nos moradores dessas regiões.

Mais tarde, uma espécie de cilindro foi encontrado em Santa Rita do Pardo, a cerca de 300 km de Campo Grande, no MS, e segundo diversos sites especializados em quedas de lixo espacial, já existe uma boa explicação pra tudo isso

O cilindro carbonizado que foi encontrado é na verdade uma peça de um foguete conhecido como NORAD 40142, que foi lançado no dia 7 de setembro desse ano, com o objetivo de colocar o satélite AsiaSat 6 em órbita. E depois de algumas semanas, esse foguete da empresa SpaceX começou a perder altitude, e reentrou na atmosfera da Terra acima do Chile, produzindo uma enorme esteira de fragmentos incandescentes que foram vistos cruzando a Bolívia e o Paraguai, chegando até a região centro-oeste do Brasil.

Segundo a rede Brasileira de Observação de Meteoros, a BRAMON (Brazilian Meteor Observation Network),  o objeto encontrado seria, portanto, um dos tanques vermelhos de xenônio do foguete Falcon9 (NORAD 40142).

Créditos: SpaceX

Créditos: SpaceX

Portanto, podemos considerar esse fenômeno como um caso solucionado. E todos aqueles que tiveram o prazer de observar esses “meteoros artificiais”, podem se considerar muito sortudos, afinal, não é todo dia que se vê bólidos tão magníficos como esses. [Fonte]

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!