Já assisti a série completa pela terceira vez e nunca me canso de achar novas visões sobre a vida de uma pessoa que tinha um grande problema com seu ego e mostrou ao mundo como o bater das asas de uma borboleta podem causar um tufão do outro lado do Mundo, neste caso, ao seu redor. Tentarei ser o mais breve possível, pois como fã da série fica difícil falar pouco sobre.

O ator principal, Bryan Cranston, declarou numa entrevista que “o termo ‘breaking bad’ é uma gíria do Sul que significa que alguém desviou-se do caminho correto e passou a fazer coisas erradas. E isto aplica-se tanto a um dado momento quanto a uma vida inteira.

O Ego – O sucesso de Breaking Bad e sua mensagem sobre nós mesmos!

O drama “Breaking Bad” narra a história de Walter White (Bryan Cranston), um humilde professor de química que vê sua vida se transformar quando descobre ser portador de um câncer terminal. Com um passado brilhante como pesquisador, Walter amarga agora uma terrível situação financeira trabalhando como professor em uma escola de ensino médio. Com seu modesto salário sustenta a esposa Skyler (Anna Gunn) e seu filho Walter Jr. (RJ Mitte), que sofre de paralisia cerebral. Walter fica desesperado ao perceber que sua família irá passar necessidades após sua morte e decide que fará qualquer coisa para que eles não sofram com a falta de dinheiro. Impulsionado pelo medo e por desejo de oferecer dignidade à Skyler e Jr. ele começa a usar suas habilidades em química a favor do crime, montando um laboratório de drogas para financiar seus anseios. Com uma trama intensa e emocionante a série mostra que nesse enredo não existem vilões nem mocinhos.

Jesse Pinkman (Aaron Paul) e Walter White (Bryan Cranston)

Da ficção à nossa realidade

Breaking Bad nos remete aos nossos perfis ocultos de nós mesmos, nossos limites e até aonde iríamos pelos nossos interesses e pela nossa realização interior. Digo isso, pois coloco como exemplo Walter White que não dizia não nem para uma mosca e em questão de meses virou um grande manipulador de mentes com uma genialidade fora do comum usada negativamente. Um personagem com exemplo completo sobre como ter pendências na vida pessoal guarda-las por orgulho e explodir em certo ponto, causando estragos imensos dentro das pessoas que o cercam.

Pendengas do passado afloram quando estamos em nosso precipício

Foi assim com vários personagens da série (que deixarei pra você descobrir e entender, pois você vai querer assistir), mas vamos focar em Walter White, principal personagem e o mais problemático também… Digo problemático pelo histórico que levou aquele professor de químico ser um assassino, gênio da química e do controle psicológico sobre a sua rede de contatos.

Walter teve um caso com sua parceira de pesquisas logo no início da carreira, mas ao encontrar um novo amor seu ego e orgulho se fecharam e nenhum sentimento restou entre os parceiros, fazendo-o vender sua parte na empresa de pesquisa por uma mixaria na época, e anos mais tarde a mesma empresa foi avaliada em milhões, chegando a bilhões, isso foi inflando seu orgulho e ego ferido, foi levando a vida até chegar na casa dos 50 e descobrir um câncer no pulmão. Como todo ser humano, ele se desesperou e resolveu querer agir após a notícia. Querendo assegurar que sua família não ficaria sem dinheiro entrou perdidamente em um mundo que estava dentro dele guardado, o de mostrar como ele poderia ser útil na química, como ela era arte pra ele e que ele poderia ser alguém famoso, um rei, um chefe, o único. E quanto mais às pessoas inflavam seu ego de grande fabricador de Cristal azul mais a situação ficava feia e assim consequentemente com suas ações a bola de neve (seu ego) crescia sem parar, desesperadamente sem saber aonde iria se quebrar em qual árvore acabaria aquele grande emaranhado de neve (sentimentos).

Walter White mostra a sua filha Holly a fortuna que está criando com a fabricação de Meta Anfetamina.

Nós e o nosso Walter White interno

Todos nós precisamos compreender nosso ego, nosso orgulho que aparece em algum ou outro momento. Para alguns ele nunca passa, para outros é raro e muda conforme o espiritual e seu grau de conhecimento. Quanto mais cedo entender o que se passa dentro de você melhor será em sua fase adulta, algo que se notam perfeitamente em Breaking Bad, adultos com seus defeitos e qualidades tentando sobreviver ao ego. Famílias, pessoas lutando contra o orgulho para ser realmente quem querem ser.

Envolvendo o tema do uso de drogas nesta série começamos a pensar no final dela se as drogas estariam ali se não fosse pelo ego, pelo sentimento de orgulho que certas pessoas adquiriram e não souberam lidar. Caro leitor, você precisa ver a série que trata do Ego de cada um de nós, com cada significado moldado ao seu ser, a sua vivência. Mas no final, a história é sempre a mesma, o que mudam são os personagens….


Breaking Bad é amplamente considerada como uma das maiores séries de televisão estadunidense de todos os tempos. Ao seu final, a série foi um dos shows de cabo mais assistidos da televisão estadunidense. O seriado o recebeu inúmeros prêmios, incluindo dez Primetime Emmy Awards, oito Satellite Awards, dois Globos de Ouro e um Prêmio Escolha Popular. Em 2014 entrou para o Livro Guinness dos Recordes como o seriado de maior audiência de todos os tempos, citando a sua quinta temporada Metacritic com uma pontuação de 99/100.

BÔNUS – 15 MELHORES CENAS DE BREAKING BAD

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!