É provável que 2014 fique como ano mais quente do planeta, pelo menos desde que os cientistas começaram a medir a temperatura global.
Dados de três grandes grupos de controle de clima concordam: as temperaturas de superfície da terra e do mar batem novos recordes este ano, de acordo com os institutos “National Oceanic e Atmospheric Administration” (NOAA), Met Office, do Reino Unido e a Associação Meteorológica Mundial.
Os números de Dezembro são pelo menos 0,76 graus Fahrenheit (0,42 graus Celsius) acima da média do século XX, 2014 vai acabar como um dos anos mais quentes já registrados.
Aqui está uma lista dos cinco lugares que ajudarão a colocar 2014 para os livros de registros do aquecimento global.

Austrália

O país começou o ano de 2014 com uma onda de calor extrema; as temperaturas subiram a mais do que 120 F (49 C). Ondas de calor, no outono (março a maio) e primavera (setembro a novembro) também levaram as temperaturas para o livro dos recordes.

Oceano Pacífico Oriental

O calor foi especialmente notável ao longo da costa ocidental dos Estados Unidos. Para o oceano global, a temperatura da superfície do mar foi de 1,13 F (0,63 C) acima da média do século 20, superando o recorde anterior de 0,11 F (0,06 C), de acordo com a NOAA.

Sibéria

A Sibéria Central foi descongelada na primavera e no início do verão sob temperaturas acima de 9 F (5 ° C), média maior que em 1981 a 2010. Gelo no rio Ob começou a descongelar duas semanas mais cedo do que o normal. O calor pode liberar o gás metano aprisionado no permafrost.

 

Califórnia

A longa seca na Califórnia foi agravada em 2014 pelo calor recorde. Os primeiros 10 meses de 2014 foram os mais quentes na história da Califórnia desde 1895.

Norte da Europa

O mesmo padrão de tempo que congelou a América do Norte no início de 2014 trouxe uma primavera excepcionalmente quente para países como Dinamarca, Noruega e Turquia. A primavera foi a mais quente em um século ou mais.

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!