Um produto cosmético popular desde tempos imemoriais, o batom tem sido muito utilizado por mulheres em diversas culturas para acentuar a sua feminilidade e emanar suas próprias expressões únicas de elegância, vaidade e estilo para o mundo exterior.

Mas um novo estudo divulgado pela Universidade da Califórnia, Berkeley School of Public Health (UCB) levanta novas preocupações sobre a segurança do uso de batom convencionais, já que muitos deles foram encontrados contendo níveis perigosamente elevados de metais como alumínio, cádmio, chumbo e outras toxinas.

Os pesquisadores da UCB testaram 32 batons comuns e produtos (brilhos para os lábios) lip gloss amplamente comercializados nas lojas hoje e descobriram que muitos deles são carregados com cádmio, cromo, alumínio e pelo menos cinco outros metais. Publicado na revista científica Environmental Health Perspectives , os resultados revelaram que as mulheres que usam esses produtos, mesmo em níveis modestos poderia ter aumentando seu risco de desenvolver uma série de problemas de saúde potenciais, incluindo desconforto gastrointestinal, danos nos nervos e câncer.

“Batom e gloss são de especial preocupação, porque quando eles não estão sendo retirados em tecido, lenços de papeis, eles são ingeridos ou absorvidos, pouco a pouco, pelas mulheres que usam-nos“, explica um comunicado de imprensa da UCB sobre o estudo.

“Usando doses diárias aceitáveis derivadas deste estudo, a média de utilização de alguns batons e brilhos labiais resultaria em excessiva exposição ao cromo, uma substância cancerígena e também relacionada a úlceras de estômago.”

Dos 32 produtos testados, os investigadores descobriram que 24 deles, ou 75 por cento, também continham chumbo, que é conhecido por causar danos celulares no cérebro (n.t. por consumir vinho em copos e taças de chumbo, muitos imperadores romanos e seus próximos ficaram COMPLETAMENTE loucos) e danos no ADN.

Uma vez que nenhum nível de exposição ao chumbo é considerado seguro para as crianças, esta descoberta é particularmente preocupante como muitas meninas ainda muito jovens já estão cedo usando batons em brincadeiras com suas amigas quando elas brincam e se vestem como adultas e outros jogos de infância.

Eu acredito que a FDA ( Food and Drug Administration ) deve prestar atenção a isso“, disse Sa Liu, autor do estudo e os pesquisadores em ciências da saúde ambiental na UCB. “Nosso estudo era pequeno, usando produtos para os lábios, que tinham sido identificados por jovens mulheres asiáticas em Oakland, Califórnia.

Um número chocante de 380 amostras, ou 95 por cento das amostras de batom testadas continham níveis de chumbo em mais do que 0,1 partes por milhão (ppm), o que é muito mais elevado do que o nível máximo permitido em barras de chocolate. Mas como é típico no FDA, a agência largamente descontou as suas próprias e primeiras conclusões, declarando no momento em que os níveis de chumbo são “muito baixos e [que]não colocam em risco a segurança de quem os usa.”

FONTE 

About Author

Reikiana, praticante e apaixonada por Yoga, a estudante de Design de Moda pela UCS, Manoela desenvolveu um grande interesse na conexão espiritual entre o passado, presente e o futuro da humanidade, seus caminhos e mudanças ao longo dos séculos. Suas pesquisas para o Verdade Mundial vem sendo amplamente visualizadas nas áreas da sociedade, história e religião.