Aproximadamente a cada 2160 anos, o Sol, no dia do equinócio de outono (hemisfério Sul) ou da primavera (hemisfério Norte), nascem à frente de uma constelação astrológica diferente. (não confundir com a real posição das constelações, defasada pela precessão da Terra), e isso é denominada por “Era”.

É também entendida pelos astrólogos que esta não é uma divisão matemática do tempo, mas sim um processo, intitulado “Orbe de influência“, através do qual uma era inicia a sua influência, de um modo cada vez mais visível, antes do final da era anterior.

Então, o que poderemos tirar de proveito para a nova era serão justamente a influencia que esta Era vai incidir em todos nós. Mais abaixo, a explicação da Era de aquários.

Então o que foi a era de peixe e o que ela significou a nós “até dias atrás”?

Deixo bem claro uma coisa: as eras, constelações, e tudo que se move na galáxia e multi universos, não acontecem de “um dia para outro”, isso é apenas uma representação para nós seres humanos, que ainda temos o “tempo” como o “relógio oficial do mundo”, coisa que não é bem assim.

Essa Era, a Era de Peixes conteve em si a dualidade: o peixe espiritualizado e mártir e o peixe que foge da realidade.

A Era de Peixes é marcada pelo nascimento de Ichthys (peixe) ou Yeshua (salvador), mais conhecido como Jesus. Ele traz a mensagem de um Deus mais bondoso, compreensivo e feminino (típico do elemento água e descrito no Novo Testamento) em contrapartida ao Deus enérgico, irascível e masculino (típico do elemento fogo e descrito no Antigo Testamento) da era anterior, Áries.

A Bíblia cristã é cheia de simbolismo desta era: os apóstolos pescadores, o batismo de Cristo (água), o milagre da duplicação de pães e peixes, etc. Como Jesus é o marco separatório das duas eras (áries/peixes), seus símbolos são o cordeiro e o peixe. Até hoje Cristo é chamado de “o cordeiro de Deus que tirou os pecados do mundo”, isto é, redimiu as civilizações da ultrapassada era de Áries e preparou a humanidade para uma nova era que se iniciava (Peixes).

A Era de Peixes aprisionou o Homem em um rígido sistema hierárquico e social (o ter tem mais valor que o ser), do qual ele não conseguiu se libertar.  Este aprisionamento foi a causa de muitas lutas religiosas que se observaram nesta Era. Por ser um signo de água, Peixes  estimulou as conquistas e os descobrimentos  marítimos.

Um signo responde ao “chamado” de seu oposto, portanto, o grande problema da era de Peixes foi o esquecimento de seu signo oposto, Virgem; faltou equilíbrio no eixo zodiacal Peixes-Virgem, provocando consequências desagradáveis para a humanidade.

Durante Peixes – a era da água (o princípio feminino), desenvolveu-se a Igreja Católica que, como grande MÃE, tinha a função de proteger seu FILHO (o homem) das penalidades impostas pelo severo PAI (Deus). Um dos símbolos usados pela Igreja para acalmar esse Deus (Peixes)  foi a Virgem Maria, evidenciando o eixo zodiacal Peixes-Virgem de forma bastante acentuada.

É curioso notar que essa mesma Igreja que renega a astrologia tem todo seu simbolismo baseado em princípios astrológicos.

Isso foi um pequeno resumo da Era de peixes, que nos deixou definitivamente dia 20 de março de 2015.

Então o que o podemos esperar mais sobre a nova Era? A Era de Aquário?

Prediz-se que a Era Aquariana será uma era de fraternidade universal baseada na razão onde será possível solucionar os problemas sociais de maneira equitativa para todos e com grandiosas oportunidades para o desenvolvimento intelectual e espiritual, dado que Aquarius é um signo aéreo, científico, intelectual e o seu planeta regente, Urano, é associado com a intuição (conhecimento acima da razão) e percepções diretas do coração e, a nível mundano, este planeta rege a eletricidade e tecnologia.

“Agora a Lei Divina, a Lei da Justiça Divina atuará sem meio termo, que como já vimos dizendo a tempos, a verdade será absoluta e o livre arbítrio inexorável. A energia fluirá em abundância e cada um a sentirá conforme sua faixa vibratória e seu estágio evolutivo.

A boa notícia é os que desejarem ardentemente elevar seu padrão terão esta oportunidade, desde que seja visceralmente verdadeira. Não que isto, estes seres, estarão isentos de sua consciência Divina, e não que anulará a lei de causa e feito, mas que dará suporte para compreendê-la com sabedoria o que acelerará o processo evolutivo.”

Qual a grande diferença entre as duas Eras?

“O que acontecia na era de peixes é que tinha uma distância maior entre o desejo e a manifestação. Já na Nova Era, o que acontecerá é que essa distância diminuíra muito.

E uma das coisas que fará com que isso aconteça é que vocês irão desejar com maior vontade, colocaram mais energia nos vossos desejos, então desde o nascimento o vosso desejo será mais forte, mais resistente.”

FONTE

About Author

Reikiana, praticante e apaixonada por Yoga, a estudante de Design de Moda pela UCS, Manoela desenvolveu um grande interesse na conexão espiritual entre o passado, presente e o futuro da humanidade, seus caminhos e mudanças ao longo dos séculos. Suas pesquisas para o Verdade Mundial vem sendo amplamente visualizadas nas áreas da sociedade, história e religião.