“Eu vi algo realmente bizarro,” disse Nimerfroh, que também é surfista. “A neve foi até os meus joelhos. Eu vi essas loucas ondas congeladas. Normalmente, no verão, você pode ouvir as ondas quebrando, mas estava absolutamente silencioso. Era como se eu tivesse tampões em meus ouvidos.”

Normalmente, a água congela a 0ºC. Mas o sal do oceano abaixa a temperatura de congelamento – basicamente porque o sal fica no caminho das moléculas de água – para cerca de – 2ºC.

Helen Fricker, pesquisadora do Instituto de Oceanografia Scripps em San Diego, que estuda a dinâmica do gelo na Antártida, disse que as imagens são bonitas, mas uma explicação científica completa estava fora de sua especialidade.

“Basicamente está muito frio”, ela disse. “Você tem ondas. Eu imagino que isso acontece nas bordas do Oceano Ártico. Realmente não posso dizer mais do que isso. É o congelamento do oceano.”

Sexta-feira foi um dia excepcionalmente frio em Nantucket, com menos de -12ºC, de acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos. Se a temperatura foi o único fator, ondas congeladas podem se tornar fenômenos mais comuns.

Agora sim podemos dizer que parece estar saindo das telas do cinema para a realidade. Quem aí lembra do filme “O Dia Depois de Amanhã”?

Fonte

About Author

Trabalha na área de Controle de Qualidade em uma empresa Suíça. A espiritualidade fez com que Marluce despertasse espiritualmente. Sem um certo nível de consciência espiritual é impossível perceber a magia da vida.