Morar em um novo planeta foi o desejo de quase 200 mil pessoas que se inscreveram para o projeto Mars One, que levará terráqueos para viver em Marte. Entretanto apenas 1058 pessoas foram escolhidas para próxima parte da seleção, entre eles está uma brasileira. Priscila Justus Hamad, mora em Joinville, em Santa Catarina, e pode se mudar para Marte em 2024. Antes de chegar à Marte a catarinense deverá passar por diversos testes em desertos dos Estados Unidos e do Ártico, para onde está de mudança ainda em 2014. Lá ela e os outros 1057 selecionados passarão por diferentes testes. “O treinamento, que começa em 2015, é para continuar até quando a gente for para a Marte, até 2024. Vai simular espaços confinados, convivência entre as pessoas, então é um treinamento bastante longo”, explica em entrevista ao Jornal do Almoço.

Priscila Justus Hamad

Priscila Justus Hamad

A colonização em Marte será composta por quatro pessoas, que viajarão para o planeta em 2023. Priscila conta que haverá suprimentos para os moradores, mas eles terão que cultivar alimentos e buscar água para sobreviver. O cultivo de alimento será feito com a técnica de hidroponia em cápsulas especiais para aguentar as temperaturas de até 63ºc abaixo de zero. Pode ser que a aventura seja vista pelos terráqueos que ficarem por aqui, porque um dos objetivos do programa é criar uma espécie de reality show. Bas Lansdorp é o diretor executivo da missão e está em busca de FINANCIAMENTO de canais de televisão do mundo todo que queiram transmitir o cotidiano dos novos moradores. Mas para os selecionados finais esta será uma viagem sem volta para a Terra. O projeto prevê que seja uma missão só de ida e os primeiros moradores também serão os primeiros humanos a falecerem em Marte. [FONTE]

About Author

Trabalha na área de Controle de Qualidade em uma empresa Suíça. A espiritualidade fez com que Marluce despertasse espiritualmente. Sem um certo nível de consciência espiritual é impossível perceber a magia da vida.