DIREITOS PARENTAIS

Excesso do governo: pais serão obrigados a envenenar seus filhos, diz ator

O ator Jim Carrey se tornou um dos mais altos perfis “Anti-Vacinas” de acordo o site Hollywood Reporter:
Carrey twittou que o governador Jerry Brown é um “fascista corporativo”, que “deve ser impedido.”
Jim Carrey está falando contra a nova legislação que exige que todas as crianças das escolas públicas da Califórnia sejam vacinadas a partir de 2016Carrey, que tem sido um crítico da vacinação, disse que o governador Jerry Brown precisava ser impedido.

“O governador da Califórnia diz sim para envenenar mais crianças com mercúrio e alumínio ao obrigar [sic]as vacinas. Este fascista corporativo deve ser impedido”, twittou Carrey para Brown, que assinou a legislação terça-feira.

A nova legislação remove as isenções de crenças pessoais para vacinações por motivos religiosos. Carrey esteve em um relacionamento com Jenny McCarthy, a face pública do movimento anti-vacinação. Ela disse que seu filho desenvolveu autismo depois de receber uma vacina.

Colegas celebridades também manifestaram o seu descontentamento com a lei, usando o Twitter para retweetar essas posições semelhantes e escrever suas próprias opiniões condenando a política de vacinação obrigatória.

Entre aqueles que deram seu apoio a Carrey estão Kirstie Alley, que enfatizou as “SESSENTA E CINCO VACINAS” que a lei torna obrigatórias para as famílias e seus filhos. Outros, como os colegas cientologistas Jenna Elfman e Danny Masterson, assim como a atriz Selma Blair e a ativista Erin Brockovich, esclareceram que, embora eles não sejam necessariamente anti-vacinas, eles sentem que a lei é um caso notório de excesso do governo e supressão dos direitos parentais.

FONTE

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!