Será possível viajar no tempo? Esta é uma das grandes duvidas da humanidade, mas um caso especifico que segue sendo abafado pelo FBI nos responde esta pergunta. Há relatos de que um homem foi preso pelo FBI por viajar no tempo.

Quer saber mais? Acompanhe este texto!

Tudo começou em 2005 quando a Receita Federal Norte Americana percebeu que um sujeito tinha enriquecido com a bolsa de valores de uma forma tão inédita que só poderia ser armação.

Este sujeito era Andrew Carlssin que investiu 800 dólares na bolsa de valores e depois de fazer investimentos de alto risco durante duas semanas já tinha 350 milhões de dólares. O curioso é que Andrew tinha acessado semanas antes chats de internet e afirmado que era um viajante do tempo, como ninguém acreditou disse que provaria isso ficando rico com a bolsa de valores.

Mas sua felicidade durou pouco e ele logo foi preso pelo FBI por trapacear na bolsa de valores. Quando os investigadores questionaram como o homem fez tanto dinheiro ele disse “eu vim do futuro, sou de 2256, por isso sabia as respostas”. A polícia não acreditou na história contada por Carlssin e continuou submetendo-o a perguntas a cada 15 dias por quase um ano, mas todas as vezes o suspeito afirmava a mesma coisa: que havia vindo do futuro.

O curioso é que Andrew contava suas histórias com riqueza de detalhes e não se deixava entrar em contradição. Afirmou que sabia o paradeiro de Bin Laden e informou quando os Estados Unidos conseguiriam capturá-lo, disse também que embora os Estados Unidos fosse um país historicamente racista em menos de uma década teria o seu primeiro presidente negro e disse a data exata em que os EUA invadiriam o Iraque mas nenhum dos oficiais davam créditos ao que o suspeito dizia.

viajante

Com o tempo e a falta de respostas a mídia norte americana foi forçada a diminuir as abordagens sobre o tema até que não se falasse mais disso. Começaram então a abafar o caso, proibir que se fizessem reportagens sobre isso e dizendo que foi apenas uma história inventada. O FBI que antes tinha feito uma declaração dizendo “Nós ainda estamos tentando trazer à tona a fonte dele nas negociações, não acreditamos na história desse cara – ou ele é um lunático ou um mentiroso patológico. Ele permanecerá na prisão até que tenhamos a verdade” passou a dizer que o caso nunca aconteceu, ignorando os depoimentos que a própria instituição deu à mídia. A conduta da imprensa e do FBI passou a ser a de não comentar sobre o caso.

Como não conseguiam arrancar nenhuma resposta diferente do suposto viajante do tempo, o FBI fez uma longa pesquisa sobre sua vida passada afim de descobrir quem ele realmente era, mas não foi tão fácil; não havia nenhum registro sobre Andrew Carlssin, não haviam históricos escolares, documentos, fichas criminais e nem sua digital era reconhecida por nenhum sistema usado pelo FBI, o que só fez o mistério aumentar.

homem-e-preso-pelo-fbi-por-viajar-no-tempo1O viajante do tempo então afirmou que sabia onde estava sua máquina do tempo, mas que não revelaria seu paradeiro ou como funcionava por medo de que esta tecnologia caísse em mãos erradas.

Ele então foi solto condicionalmente afim de que prestasse depoimento em 2 de abril daquele ano, mas ele nunca mais voltou a aparecer em nenhum lugar. Mesmo com sua foto estampada novamente nos tabloides nenhum cidadão apareceu dizendo que conhecia-o, nenhuma transação  bancaria em seu nome foi encontrada antes de 2004 e nenhum dado sobre familiares foi divulgado, era como se ele nunca tivesse existido.

As autoridades estadunidenses seguem afirmando que Andrew Carlssin nunca existiu, nunca foi preso e portanto não sumiu, você acredita em quem?

FONTE | Agradecimento ao leitor Gabriel Rossetti

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!