Lidar com o medo não é tarefa fácil, quase todo mundo infelizmente sente e sabe… A boca seca, as pernas tremem, o corpo gela. O medo é o conflito entre o pensamento e a realidade!

O medo faz sentido quando está contido na realidade e nos protege, nos permitindo estarmos vivos. Se não tivéssemos medo de nada, provavelmente não viveríamos por muito tempo, pois iríamos nos expor a coisas que sabemos conscientemente serem perigosas, como por exemplo, entrar na jaula de um animal feroz, mergulhar numa água funda sem saber nadar, atravessar a rua sem olhar para os lados.

Porém, existem medos inconscientes que podem paralisar e fazem sofrer, mas não necessariamente nos protegem, como por exemplo, o medo de falar em público, de viajar de avião, de andar de metrô, de altura, de chuva… Tantos são os medos e suas variações… E para lidar com esses tipos de medo, aqui vão algumas dicas bem fáceis que você pode fazer sozinho onde estiver!

Primeiramente confronte seu medo com a realidade, desconstrua ele, e recuse todos os pensamentos negativos que vierem a sua mente, recuse sem dó e sem ficar se culpando ou se penalizando, diga apenas, “me recuso a concluir esse pensamento, abandono ele agora e abro mão de saber o final (nem mesmo só para ver como seria)”.

Depois de abandonar os pensamentos negativos, você tem que preencher sua mente, para impedir que a produção de pensamentos negativos continue. Com a prática constante da meditação, aos poucos você conseguirá limpar a sua mente, mas enquanto você não chega lá, nós vamos usar uma técnica SOS! É uma técnica muito simples, eu a chamo de “sorriso interior”, quer saber como funciona?

Se você assistiu Harry Potter, sabe do que estou falando! Quando o bruxinho se via em momentos de medo ou de fraqueza interior, ele erguia sua varinha de condão e evocava o feitiço “Expecto Patronum”! Lembrou? Ele acessava com este feitiço memórias felizes que o enchiam de energia e encharcavam seu organismo de serotonina, oxitocina e endorfina (hormônios ligados ao prazer e ao sentimento de amor) e isso lhe dava a força necessária para sair dos momentos obscuros. Isso é real!

Você não precisa ter uma capa ou uma varinha mágica como a dele. A sua varinha mágica é a sua mente! E assim como o Harry Potter, nós podemos evocar o “Expecto Patronum” ou o “Sorriso Interior” quantas vezes quisermos e precisarmos… Vou te mostrar!

Quanto mais nos fixarmos e absorvermos mentalmente uma situação, mais conexões neuronais iremos criar ligadas a estes significados, e isso tornará esta conexão mais forte e mais fácil será acessá-la, segundo a neurociência.
Para isso, devemos então nos fixar por alguns minutos, o máximo que você puder, para construir essas conexões de forma consciente, assim, teremos cartas na manga, que serão o nosso “Expecto Patronum”! Como se faz isso?

Primeiro passo: escolha em sua memória, lembranças que te façam sentir um sorriso interior, algo bem sensorial, como um cheiro de brigadeiro, que lembre alegria, como aquela mãozinha dos desenhos que vem como que hipnotizando quem sente aquele cheiro tão bom… Pode ser também cheiro de pão quentinho da avó saindo do forno, o sol da manhã na pele… Enfim, algo que tenha a ver com você! Absorva conscientemente o máximo possível todas as sensações que essa memória evoca em você e permita-se inundar dessas sensações pelo máximo de minutos que puder.

Segundo passo: some a essa memória sensorial algumas memórias de alguma cena muito alegre e feliz, como uma situação onde você deu gargalhadas de fazer doer a barriga, ou uma cena linda que presenciou, um momento de amor ou um pôr do sol inesquecível e se deixe inebriar novamente por todas as sensações que a cena que você escolheu evoca, se der vontade de rir novamente, ria sem privações, se as lágrimas de emoção vierem, deixe rolar, sinta e absorva o máximo possível! Repita a cena na sua mente quantas vezes você puder para fixar bem, criar e fortalecer essas novas conexões!

Pronto! Agora você já tem consigo o seu “Expecto Patronum” personalizado! Você pode agora usá-lo, abrindo o seu “sorriso interior”, sempre que for necessário…

Agora os seus medos vão se transformar em atenção e você está mais que pronto para ser completamente feliz!

FONTE

About Author

Reikiana, praticante e apaixonada por Yoga, a estudante de Design de Moda pela UCS, Manoela desenvolveu um grande interesse na conexão espiritual entre o passado, presente e o futuro da humanidade, seus caminhos e mudanças ao longo dos séculos. Suas pesquisas para o Verdade Mundial vem sendo amplamente visualizadas nas áreas da sociedade, história e religião.