URGENTE: EUA se prepara para tempestade solar mais severa de todas!

0

A pior tempestade solar que já atingiu a Terra na história registrada aconteceu em 1859. Conhecido como o Evento Carrington, a tempestade gerou auroras tão ao sul quanto Cuba e causou estragos no sistema elétrico primitivo da época, causando incêndios em estações telegráficas. Estima-se que uma grande tempestade solar ocorre aproximadamente a cada 150 anos ou mais. Se uma tempestade de magnitude semelhante atingir a Terra agora, com uma sociedade muito mais dependente de eletrônica e tecnologia, seria sem dúvida de consequências catastróficas.

Devido a esta ameaça crescente, o Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia da Casa Branca, EUA, lançou um Plano de Ação, em que é detalhado um plano estratégico para se preparar para um evento como uma grande tempestade solar. O documento adverte que com sistemas elétricos cada vez mais interligados, se fosse nocauteado, isso poderia causar uma cascata de falhas no sistema, deixando eventualmente grande parte do planeta sem eletricidade por muito tempo. Ele recomenda uma abordagem federal coordenada a uma série de procedimentos, de reduzir a vulnerabilidade de infra-estruturas consideradas de alto risco, até aumentar as nossas previsões e habilidades de comunicações.

O Sol está constantemente ejetando partículas subatômicas na forma de ventos solares, algumas das quais atingem nossa atmosfera. É isto o que causa as auroras boreais nos países do norte. Ocasionalmente, grandes tempestades vão acontecer e muitas partículas carregadas vão passar por nosso campo magnético. Um estudo recente estimou que há uma chance de 12% que uma desses tempestades aconteça dentro de uma década.

Nós já tivemos uma amostra do que pode acontecer se nós formos atingidos por uma tempestade solar, embora em escala muito menor. Em 1989, o Canadá foi atingido por tempestade solar que criou uma onda de energia na rede elétrica. Dentro de 90 segundos, isso colapsou o encerramento do sistema elétrico de Hydra-Québec, deixando milhões de pessoas sem energia por nove horas. Se isso vier a acontecer em uma escala muito maior, o dano seria enorme, podendo durar meses ou anos.

Uma estimativa sugere que se uma tempestade do tamanho do Evento Carrington atingisse a Terra hoje, os Estados Unidos teriam que desembolsar entre US $ 1-2 trilhões durante o primeiro ano , com uma recuperação completa podendo levar até uma década. Cada faceta de nossas vidas seria afetada, incluindo o transporte, comunicação, serviços bancários, agropecuária, etc, uma vez que vivemos em um mundo cada vez mais eletrônico.

De fato, o perigo é tão grande que a Agência Espacial Europeia também está trabalhando em seu próprio sistema de alerta que utiliza cientistas espalhados por 14 países em toda a Europa. No momento, não há realmente muito que possamos fazer se uma tempestade gigante nos atingisse, exceto avisar o mundo todo para desligar todo o sistema elétrico, o que pode diminuir os danos potenciais. [IFLScience]

///Mistérios do Mundo

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!