Papa Francisco falou aos fiéis presentes na Praça de São Pedro que o Natal desse ano possa ser o último para a humanidade.

Em 2015, o Papa Francisco pediu perdão em nome da Igreja pelos escândalos recentes em Roma.

Em um discurso severo, o Papa disse que o atual cenário caótico do mundo marca o começo do ‘final dos tempos’, e nessa mesma época no próximo ano o mundo tende a estar de uma forma irreconhecível, conta o site YourNewsWire.

Francisco, que anteriormente havia anunciado o começo da Terceira Guerra Mundial, rotulou o Natal desse ano como uma “charada”, durante uma missa na Casa Santa Maria, no começo de Dezembro.

Durante o discurso foi citado ataques terroristas pelo mundo, como ataques a aviões, entre outros.

“Nós estamos fechados para o Natal. Haverão luzes, haverão festas, árvores brilhantes, e até cenários natalinos, tudo às mil maravilhas. Enquanto o mundo continua em guerra”, disse o Papa.

O Pontífice, que completou 79 anos também nesse mês, elaborou para o seu discurso a seguinte fala:Enquanto o mundo passa fome, queima, e se declina para um caos maior, nós devemos perceber que a celebração natalina esse ano, para aqueles que celebram, possa ser a última”.

“A não ser que o caminho para a paz seja reconhecido, nós devemos chorar pelas vítimas inocentes que crescem a cada dia, e pedir perdão para Deus. Assim como Jesus e Deus choram, eu choro também”, acrescentou o Papa Francisco.


Alguns tratam como necessidade o que para outros é algo inimaginável.

Um tanto diferente dos outros Papas, seja pela evolução que o Tempo proporciona, ou por um impulso pessoal seu, Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco, apresenta uma postura fora do comum para o poderio romano.

Não apenas em seus discursos, mas o que mais chama a atenção são os pequenos atos que o Papa vem demonstrando, que revelam grandes resultados.

Estaria o Papa sabendo de algo que não pode dizer publicamente, mas mesmo assim está tentando nos dar um recado?

Acreditamos que o papa queira fazer com que mudemos nossas atitudes como humanidade, para que a paz possa estar em todos os lugares da terra. E que não vivamos uma ilusão como fazemos atualmente, onde uns comemoram e outros fazem guerra para sustentar esta comemoração. Para que possamos abrir os olhos e se enxergar-nos como uma grande fraternidade humana. Pois apenas onde todos estão em paz é que realmente existe a paz. O amor deve estar nas legislações.

FONTE | Dica do leitor Michel Carva

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!