R$800,00 reais é o custo de cada bomba de gás usada no Brasil

0

Em artigo do dia 27/06 no UOL notícias, foi divulgado que o governo do Rio fez uma encomenda emergencial de 2.000 bombas de gás lacrimogênio para recompor seus estoques. A encomenda saiu pela bagatela de 1 milhão e 600 mil reais.
Ou seja: cada bomba custou nada menos do que R$800,00!!!

O desperdício aqui é, literalmente, violento.

Basicamente, uma bomba de gás lacrimogênio vale mais que um salário mínimo – R$678, que correspondem a 220 horas de trabalho por mês. Uma bomba de gás vale mais que três cestas básicas (pacote de produtos elementares mínimos para o consumo mensal de uma família média).

cesta basica comparação custo das bombas de gas

Duas bombas de gás já pagam até o salário do próprio Policial Militar que as disparam contra a população.

policial atira bomba gas lacrimogenio de 800 reais

Segundo dados da mesma notícia, só na terça-feira da semana passada teriam sido utilizadas apenas pelo BOPE do Rio 1.500 bombas de gás.

noite esfumaçada bombas de gas no rio de janeiro 800 reais cada

Podemos apenas imaginar quantas bombas e, por sua vez, quanto dinheiro público foi torrado se somássemos todo o efetivo arremessado contra a população brasileira no território nacional durante as últimas três semanas.

chuva de bombas de gas em protesto de fortaleza 800 reais cada

A empresa brasileira que produz esses artefatos de guerra não-letal, chamadaCondor Non-Lethal Technologies, está lucrando (e muito) com a onda de protestos. Não só com os protestos daqui do Brasil, mas também com exportação, com mais de 41 países na lista de compradores. Dentre eles a Turquia, cuja demanda pelas bombas de gás brasileiras aumentou desde que começaram as revoltas por lá.

O aumento no uso dessas bombas é geral pelo mundo. No Egito, o governo que acabou de ser derrubado novamente havia comprado 113.000 cartuchos de gás lacrimogênio de empresas americanas. Tendo por base o valor pago no Brasil, a encomenda sairia por nada menos que R$90 milhões.

Outra informação curiosa presente na matéria do UOL citada no começo: as bombas que a empresa Condor vendeu ao Rio haviam sido encomendadas por um país africano e tinham especificações diferentes das bombas utilizadas no Brasil: a concentração de ortoclorobenzalmalonitrilo, o lacrimogêneo (CS), era duas vezes maior. A curiosa sensação de exportar uma violência ainda maior e acabar utilizando-a para “consumo” interno.

Uma pesquisa feita na Universidade de Bournemouth mapeou os locais onde o gás foi utilizado para a repressão de civis desde dezembro de 2012. O mapa é impressionante:

utilizaçãoo gás lacrimogenio pelo mundo desde dezembro 2012 2013

No Brasil, há pouca transparência em como são gastos os recursos nesse setor, como ele é distribuído e qual a rentabilidade das empresas envolvidas nessas contratações. No mundo, só em 2012 foram gastos 1,75 trilhões de dólares em exércitos e armamentos militares. O Brasil foi o 11º país que mais gastou, com orçamento de 33,1 bilhões de dólares.

Essa é a irracionalidade da indústria bélica e da repressão estatal aos movimentos sociais, em toda a sua magnitude.

Do blog: thomasconti.blog.br

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!