O que aconteceria caso “A viagem ao Centro da Terra”, de Júlio Verne, for algo real, e um lugar totalmente novo para o humano da superfície terrestre está pronto para ser explorado?

Os Índios Macuxi habitam países como Brasil, Guiana e Venezuela. De acordo com suas lendas locais, eles são descendentes das ‘Crianças do Sol’, o criador do ‘fogo’ e da ‘doença’, o protetor do ‘Interior da Terra’.

Os Macuxis sabiam sobre a Terra Oca há muito tempo atrás, conforme a lenda oral fala sobre uma entrada para dentro da Terra.

Até o ano de 1907, os Macuxis entravam em algum tipo de caverna, e viajavam de 13 à 15 dias até atingirem o interior, ‘num lugar no outro lado do mundo onde gigantes vivem, criaturas com cerca de 3-4 metros de altura’.

O site Disclose, conta que os Macuxis eram guardiões dessas entradas para o mundo secreto, impedindo que estranhos pudessem adentrar.

Lendas do povo Macuxi afirmam que aqueles que se aventuravam no percurso da caverna misteriosa, viajavam durante três dias, descendo apenas escadas gigantes, medindo cerca de 80 centímetros cada degrau. Após o terceiro dia, eles deixariam para trás as suas tochas, e continuavam a sua jornada iluminados por luzes que já estavam presentes nas cavernas. Lanternas gigantes, do tamanho de uma melancia a brilhar como o sol.

Depois de 5 dias, eles foram para enormes cavernas as quais não era possível ver o teto, e em uma parte do sistema de cavernas há 4 objetos como o ‘Sol’, o qual é impossível de se olhar diretamente.

No interior da Terra, existem lugares onde as árvores com alimentos são capazes de crescer. Os Macuxis dizem que frutas como mangas, bananas e algumas plantas menores podem ser encontradas após 6-7 dias de viagem. Quanto mais o povo Macuxi se aventurava para o interior da Terra, maior eram as áreas com vegetação.

O povo Macuxi diz que alguns lugares são extremamente perigosos e devem ser evitados, como aqueles com pedras e riachos de ebulição.

Seguindo na lenda, o povo diz que em certa etapa nessas câmaras gigantescas, após passar metade da viagem, um misterioso ‘ar’ pode fazer as pessoas flutuarem.

Continuando a sua jornada, eles iriam chegar a um lugar no interior da Terra, onde os gigantes viveram. Lá, os exploradores Macuxi iriam comer a comida dos gigantes, onde cresciam maçãs do tamanho de cabeças humanas, uvas do tamanho de um punho humano, e peixes gigantes e deliciosos eram capturados pelos gigantes e dados aos Macuxi como presentes.

Depois de se abastecerem com comida oferecida pelos gigantes, os exploradores Macuxis voltavam para casa, para o Mundo Exterior, ajudados pelos gigantes do mundo interior.

Para muitos, a lenda não passa de uma lenda, mas para os Macuxis essas lendas são reais, e eles eram os protetores de tais entradas, até os europeus decidirem se aventurar nas florestas da Amazônia em busca de ouro e diamantes.

Não conseguindo evitar tal feito, os Macuxis dizem que foram punidos pelos gigantes por não cumprirem a sua missão de ‘guardiões’.

FONTE

About Author

Trabalha na área de Controle de Qualidade em uma empresa Suíça. A espiritualidade fez com que Marluce despertasse espiritualmente. Sem um certo nível de consciência espiritual é impossível perceber a magia da vida.