Yoga para iniciantes

0

O Bhagavad Gita, a mais importante escritura sagrada hindu, narra a história de uma batalha que, se vista à luz da yoga, representa a luta diária entre as virtudes e os maus hábitos internalizados em cada um. Leia o que Paramahansa Yogananda disse a um jovem devoto, certa vez, sobre esse assunto: “O mundo cria maus hábitos em você, mas o mundo não se responsabilizará pelos erros resultantes desses hábitos. Por que, então, dedicar todo o seu tempo a um falso amigo: o mundo? Reserve uma hora diária para a exploração científica da alma. Será que Deus – o Doador de sua vida, família, de seu dinheiro e de tudo o mais – não merece a vigésima quarta parte de seu tempo?”

A maioria de nós, ao longo da vida, é estimulada para buscar a felicidade apenas por meio de prazeres externos, que atendem aos pedidos dos cinco sentidos. Mas, sabemos, essa alegria é transitória. Basta refletir a respeito e constataremos que temos sempre o profundo anseio interno por “algo mais”. E é nos momentos de quietude que uma profunda conexão conosco e com tudo ao nosso redor se estabelece. Yogananda ressalta que “pela prática dos métodos graduais da yoga – nada aceitando como pressuposto, em bases emocionais ou fé cega –, chegamos a conhecer nossa união com aquela Inteligência, Poder e Alegria Infinita que confere vida a todas as coisas e que é a essência de nosso próprio Eu.”

A palavra yoga significa “união” da consciência individual, ou alma, com a Consciência Universal, e são muitos os caminhos que auxiliam a pessoa a alcançar esse objetivo. Conheça os principais:

– Hatha Yoga – Sistema de posturas físicas ou asanas, cujo propósito superior é purificar o corpo e a mente, dando à pessoa consciência e controle de seus estados interiores, tornando-a apta para a meditação. Na hatha yoga, dá-se ênfase principal às posturas e sua permanência nelas.

– Karma Yoga – Serviço isento de egoísmo que se presta aos outros como parte do Eu mais amplo da pessoa, sem apego aos resultados. O objetivo é realizar a prática de todas as ações com a consciência de que Deus é o Fazedor e não nós. Toda caridade sincera é uma forma de karma yoga.

– Mantra Yoga – Concentração da consciência no interior por meio de japa, ou repetição de certos sons de palavras-raízes universais que representam aspectos particulares do Espírito. O praticante deve repetir um mantra, ou mesmo um versículo da Bíblia que se tenha afinidade, que invoque a presença divina e foque sua mente e atenção nessa repetição.

– Bhakti Yoga – Devoção de entrega total, por meio da qual a pessoa empenha-se em ver e amar a divindade em todas as criaturas e em todas as coisas, sustentando, desse modo, um culto incessante. O canto devocional é muito utilizado nessa prática, por estimular essa manifestação amorosa ao Divino.

– Jnana Yoga (pronuncia-se “guiana ioga”) – Caminho de sabedoria, que dá ênfase à aplicação da inteligência discernidora para alcançar a libertação espiritual. É o caminho que utiliza o conhecimento espiritual como principal porta de acesso.

– Raja Yoga – O caminho “régio” ou supremo da Yoga, que combina a essência de todos os outros caminhos, sistematizado no segundo século a.C. pelo sábio indiano Patânjali. Nesse sistema, equilibrando e unificando as diferentes abordagens anteriores, está a prática de métodos científicos de meditação – como a Kriya Yoga –, que capacitam a pessoa a perceber, desde o início mesmo de seu esforço, vislumbres da meta final: a união consciente com o Espírito.

Em uma entrevista recente Rodrigo Santoro disse: “Yoga é uma coisa muito séria, que me ajudou a poder encarar as dificuldades. Quando a gente não se sente bem, a yoga é um exercício de respiração, de consciência corporal que nos ajuda a estar confortável dentro do desconforto. E quantas vezes passamos por situações desconfortáveis durante o dia? Isso faz mal! (…) Precisamos manter o equilíbrio. Isso nos ajuda a passar pelas coisas sofrendo menos.”

FONTE

Vamos começar? :) Namastê!

 

About Author

Estudante no curso Design de Moda pela UCS, Manoela desenvolveu um grande interesse na conexão espiritual entre o passado, presente e o futuro da humanidade, seus caminhos e mudanças ao longo dos séculos. Suas pesquisas para o Verdade Mundial vem sendo amplamente visualizadas nas áreas da sociedade, história e religião.