As histórias de pessoas que acreditam ter avistado discos voadores são comuns em praticamente todas as cidades paraibanas, porém algumas em especial chamam a atenção pelo número de pessoas que dizem ter presenciado os fenômenos. É o caso, por exemplo, de Guara-bira, onde 60% da população garante já ter visto o que acreditam ser objetos voadores não identificados.

Os integrantes da Equipe de Pesquisas Ufológicas de Guara-bira (Epug) lembram que o maior número de fenômenos, na cidade, foi registrado em 1996. “Naquela época, não se sabe por que, os registros de avistamentos de OVNIs na cidade eram quase que diários”, recordou o ufólogo Wellington Francisco de Lima. “Houve muita aparição, mas agora, ao que parece, elas viraram raridade”, acrescentou.

Wellington lembrou que, naquele ano, uma nave com formato triangular projetou uma sombra sobre uma das principais avenidas da cidade, por volta da meia-noite, levando pânico a grande parte da população, que serviu como testemunha ocular. “Muita gente achou que o mundo ia se acabar”, disse, salientando que, apesar de todo o pânico, ninguém registrou através de imagens (fotos ou vídeo) a passagem desse OVNI.

Ninguém sabe explicar, mas, a partir desse fato, não pararam os relatos de avistamentos e até supostas abduções registradas em Guarabira e cidades vizinhas, a exemplo de Bananeiras. As maiores evidências foram gravadas, em vídeo, pelo ufólogo Marcos Antônio da Silva, que atualmente se recusa a dar entrevistas sobre o assunto. Ele tem registrado nada menos que 64 horas de gravações de possíveis aparições de OVNIs na região.

As fitas, de acordo com Wellington, chegaram a ser examinadas por técnicos do Instituto Técnico, Aeroespacial de São José dos Campos, que emitiram um laudo informando que “as naves registradas nos vídeos, em Guarabira, não são convencionais”. “Isso é a maior evidência de que as imagens são verdadeiras, pois nunca foram desmentidas em nenhum congresso de ufologia do mundo”, salientou o ufólogo.

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!