Como e por que ensinar as crianças a meditar

0

 

A meditação e a atenção plena costumam ser vistas como atividades para adultos. No entanto, esta visão está começando a mudar. Existe atualmente um crescente interesse em ensinar as crianças a meditar para ajudá-las a relaxar, eliminar o estresse e aprender a se conectar com a sua própria fonte interior de calma.

Mas, quem pode ensinar as crianças a meditar? Ensinar as crianças a meditar e praticar a atenção plena é algo que as pessoas que meditam podem compartilhar com elas. Basta ter interesse, conhecer técnicas simples, praticar e, acima de tudo, entender por que a meditação e a prática da atenção plena são tão interessantes.

Por que ensinar as crianças a meditar
Viver apressado com as novas tecnologias, a necessidade de ser multitarefa, a superestimulação e as mudanças são algumas das situações que parecem impor um turbilhão diário, tanto para os adultos quanto para as crianças. Nesse sentido, as razões para ensinar as crianças a meditar são as mesmas dos adultos: para se conectar com o seu “eu” e absorver a energia da terra.

O estresse ao qual somos submetidos resulta em tensão e fadiga e nos impede de nos concentrarmos. Os adultos podem ensinar isso para as crianças. A meditação é uma ferramenta que nos ajuda a sermos mais conscientes de nós mesmos e a captar e transmitir energia positiva.

Através da meditação aprendemos a ficar conectados à terra, para viver o momento presente e desfrutar algum tempo de tranquilidade. Isto permite aliviar o estresse, conectar-se com a própria essência e construir o amor próprio e a autoestima.

As pessoas que aprendem e praticam a meditação desde crianças têm ferramentas para controlar a ansiedade e manter o foco que podem ser utilizadas ao longo da vida, permitindo-lhes viver de forma plena e consciente.

Além disso, a meditação tem um valor adicional para as crianças, porque ajuda a melhorar a concentração e aprendizagem. Neste sentido, a meditação é um treinamento da mente, que favorece a concentração e melhora a interação da criança no processo educacional.

5 estratégias para ensinar as crianças a meditar
Quando ensinamos a meditação para as crianças, temos que escolher técnicas apropriadas para a idade dos nossos pequenos alunos. Damos aqui algumas dicas e estratégias para orientar este ensinamento.

Dê o exemplo
Se você quer ensinar uma criança a meditar é necessário que ela o veja meditando ou que saiba que você medita. Dessa forma você despertará a curiosidade das crianças. As crianças mais velhas podem até mesmo identificar o efeito positivo que a meditação trouxe para a sua vida.

Uma vez que a criança tenha um interesse genuíno e natural pela meditação, você será capaz de guiá-la para uma melhor compreensão e para promover a sua própria prática.

A respiração é a ancoragem
Todas as pessoas que praticam e ensinam a meditação sabem que a respiração é o início e o final de todos os tipos de meditação. Nós levamos a nossa respiração conosco em todos os momentos. Portanto, a respiração se torna uma ancoragem, ela nos ajuda a nos concentrarmos no aqui e agora.

As crianças podem aprender isso simplesmente observando a sua respiração, observando como seu peito ou seu abdômen se movimentam com a inspiração e expiração. Isso os ajuda a estar no momento presente, concentrados na sua respiração e não em outros lugares. Meditem juntos e os dois estarão ancorados nesse tempo, o que também irá fortalecer o vínculo entre vocês.

Aprenda a adaptar-se
Ensinar meditação para crianças é uma jornada pessoal para eles e para você. As crianças nem sempre respondem da maneira como os adultos esperam. Com a meditação também é assim. Podemos orientá-los a respeito como devem se sentar, fechar os olhos e todos os passos que devem seguir, mas se eles não quiserem, não podemos forçá-los.

Você deve encontrar estratégias para se conectar com seus interesses, fornecer ferramentas para ajudá-los a se acalmar e relaxar. Muitas crianças têm dificuldade para ficarem quietas ou tranquilas, o que não é ruim, mas é um desafio.

Use a sua imaginação
Os adultos gastam muito tempo pensando de forma racional e analítica, mas a meditação é um momento para ser criativo e deixar a sua imaginação fluir para criar um lugar tranquilo e seguro que as crianças vão adorar.

Em todo caso, você pode encontrar muitos livros com meditações específicas para crianças que o ajudarão a criar um ambiente favorável. Você pode usá-las como elas estão no livro e, a partir daí, criar o seu próprio ambiente ou deixar que a criança também colabore na criação da meditação.

Prepare-se para uma dose extra de paciência
A idéia de ensinar as crianças a meditar pode parecer maravilhosa, mas não é fácil. Na verdade, pode ser muito frustrante se você não se concentrar a partir de uma perspectiva flexível e paciente. Deixe a criança desenvolver a sua própria curiosidade, deixe que se sinta livre quando você propuser as meditações e que observe e manipule a situação.

Com as crianças que são muito inquietas é especialmente interessante colocar a meditação como uma ferramenta para que elas se apropriem da sua própria energia e possam canalizá-la corretamente. Algo que é mais fácil com crianças deitadas ao invés de sentadas.

FONTE

 

About Author

Reikiana, praticante e apaixonada por Yoga, a estudante de Design de Moda pela UCS, Manoela desenvolveu um grande interesse na conexão espiritual entre o passado, presente e o futuro da humanidade, seus caminhos e mudanças ao longo dos séculos. Suas pesquisas para o Verdade Mundial vem sendo amplamente visualizadas nas áreas da sociedade, história e religião.