Qual a razão de vivermos nesse lindo planeta azul? O que estamos fazendo aqui em meio há tanto caos? Bom, a vida é uma grande jornada, uma grande viagem para descobrir quem você é.
Robert Happé diz que quando você chega naquela encruzilhada em que se descobre quem você é, então você chega a paz, uma vez que você esteja em paz, você pode CRIAR DE ACORDO COM SUA CONSCIÊNCIA CRIATIVA.
Já escrevi isso várias vezes e não me canso: Somos pura energia, seres espirituais vivendo temporariamente no corpo físico, na matéria densa.
Os valores foram invertidos no meio do caos, e esse caos foi criado a fim de nos manter cativos em meio há ilusões mil, que são alimentados todos os dias pelo apego e o valor distorcido da matéria. As pessoas temem a morte, porque relacionam a vida ao corpo, sendo assim, se o corpo morre a vida acaba, pura ilusão, já que a energia é eterna! E relacionam sua felicidade no acúmulo daquilo a matéria pode lhe oferecer.
Todos os nossos sistemas estão baseados na obtenção de lucro, todo mundo quer lucrar, todos correm atrás apenas de metas materiais. Parece um ciclo eterno de escravidão ao sistema do medo, estamos ensinando nossas crianças a comprar alegria e bem estar e já que isso não se pode comprar , estamos somente nutrindo as ilusões que nos foram ensinadas. O lucro é o objetivo e a competição a regra.
Na escola em que trabalho, as crianças competem o tempo todo, de quem é o melhor celular, de quem é a melhor mochila, de quem o melhor sapato, quem possui o melhor vídeo game e computador. Estão acabando com a auto estima e confiança dessas crianças, porque as compram ao invés de ensinar, de dar atenção, as mães levam suas filhas de 8 anos nos salão de beleza para alisar os cabelos, fazer as unhas, tem menina que usa chapinha antes de sair de casa, elas estão ensinando suas filhas a não gostar de si mesmas, do corpo que possuem, do cabelo que possuem, querem incluí-las no sistema que dita a moda, a silhueta, enfraquecendo a imagem que fazem delas próprias. Crescem sem amor próprio e impulsionadas pelo consumo desenfreado. Só se sentem felizes amarrotando o armário de roupas e sapatos e como essa “felicidade” passa como um tiro, lutam o mês todo nesse abastecimento. Pobres mulheres ocas!
Alguns ensinam que o importante mesmo na vida é estudar muito pra ser alguém na vida. Mas na verdade, o que eles querem dizer é: estude bastante para TER algo na vida.
Seus pais não aprenderam a importância do ser, do se conhecer, do espiritual e somente passam a informação adiante. Virou uma bola de neve colossal, contribuímos para o caos que se instalou e toda a manipulação porque estamos acomodados a contribuir, pelo simples fato de não saber quem somos, o que fazemos aqui e o que realmente desejamos.
Se você caiu aqui nesse espaço, deve ser porque está descontente nesse sistema, não se encaixa e está louco para cair fora. Descobriu tanto nos últimos tempos que todas as suas crenças foram abaladas.
Mas agora você já SABE, que existem somente duas opções: MUDAR E MUDAR MAIS UM POUCO.
As pessoas me perguntam: o que eu faço Ravena? Isso é verdade? E isso é mentira? O que eu faço para mudar? Por que tudo é tão difícil?
Você se sente inseguro, fraco, porque na verdade, você ainda não conseguiu entender o que é e o que você pode realizar. Você precisa prestar atenção nas suas qualidades espirituais e focar essa atenção em desenvolvê-las. E assim, se tornar consciente do que você pode fazer. Você já sabe muito, sua bagagem espiritual, energética é imensa! Você precisa confiar que dentro de você estão todas as repostas e informações.
Nós atraímos as experiências que precisamos para desenvolver essas qualidades. São lições e todas as respostas para resolver qualquer situação que apareça em sua vida estão dentro de você.
Eu sempre tive dificuldade em aceitar autoridade de alguém que não tinha conquistado meu respeito, principalmente no ambiente profissional, já que a maioria dos chefões por aí, ÀS VEZES capacitadas em colher resultados, mas moralmente SÃO um fiasco. São agressivos, calculistas, egoístas e o pior, geralmente são pessoas que exploram os mais “humildes”. E eu sempre fui daquelas que entrava numa briga pra defender o que eu achava injusto. Já ouvi coisa do tipo: “melhor contratar as que nunca estudaram e bem pobrezinhas, porque essas sim trabalham”. Quase voei na pessoa que disse isso.
Mas sempre me perguntei, porque eu sempre acabo no meio de gente assim¿
Porque a Ravena estava querendo mudar as pessoas ao seu redor também agressivamente. Ninguém muda ninguém e na briga muito menos. Percebi que estava atraindo esse tipo de situação, o ciclo sempre se repetia, porque eu não estava colocando em prática a minha compreensão do todo. O chefe pra mim continua sendo um “idiota”, mas um idiota que coloca em prática o que sabe, o que aprendeu, o que conheceu, são seus valores distorcidos que ditam sua conduta: “não estudou, trabalhe como um camelo”.
E os que sofrem sua tirania, atraem igualmente esse tipo de situação, porque de alguma forma estão aprendendo lições, das quais eu não vou conseguir interferir, posso ajudar, mas não resolver o problema.
Hoje eu não brigo mais, prefiro consolar quem foi “agredido” ou ajudar de outra forma. Essas pessoas são invisíveis nas empresas, ninguém lhes dá atenção, só pedidos.
Algumas são verdadeiros poços de sabedoria! Eu aprendi muito com algumas e é mais fácil plantar uma sementinha nelas do que nos “cheios de títulos”. Tento ajuda-las a aguentar o tranco e fazê-las entender que elas podem mudar essa situação.
Eu já sei o que sou e estou descobrindo quem sou, identificando a cada minuto o que é preciso mudar em mim, o que é preciso aprimorar, lapidar. Estou usando o que eu sei, o que estou aprendendo, ouvindo meu coração, seguindo minha intuição.
Aumente sua bagagem, aproveite cada minuto do seu dia nesse aprimoramento, se esse é o seu desejo, ele se realizará. Deseje muito se conhecer, porque a maioria não se conhece, a maioria está inconsciente de suas potencialidades.
Nós estamos aqui aprendendo como integrar as polaridades, aprendendo a se equilibrar numa corda bamba pacas, você precisa conseguir enxergar que cada experiência que surge no seu caminho é uma oportunidade de se elevar em consciência, você deve se abster do medo para isso, porque somos controlados através dele. E o medo é uma criação da matrix, é uma ilusão, porque você não é medo, você é amor, você é divino, lembra do mundo dos fractais? Nós somos irmãos sem a demagogia religiosa, somos irmão porque somos filhos do Universo, somos parte dele e ele é parte de nós.
Somos tão eficientes em criar, que fomos aprisionados nesse sistema de medo, nessa matrix informacional de ilusões PARA MANTER aqueles que NÃO possuem tamanha habilidade de criação. Isso define a escravidão que vivemos.
Você está pronto para se libertar? Quer sair da letargia cômoda?
Então pergunte-se:
Quem sou eu? o que eu posso fazer? Saia da vibração que te mantêm preso nessa ilusão de ineficiência, você vai descobrir que pode fazer muitas coisas. Hoje ninguém sabe o que são e o que podem fazer, estamos perdidos, até que um de nós comece a despertar e comece a enxergar um propósito maior e o PROPÓSITO MAIOR É DESPERTAR , dê um susto no medo que te controla, assuma sua vida sem esse controle.
Confie em você e nas respostas/informações que estão aí dentro do seu coração.

About Author

Trabalha na área de Controle de Qualidade em uma empresa Suíça. A espiritualidade fez com que Marluce despertasse espiritualmente. Sem um certo nível de consciência espiritual é impossível perceber a magia da vida.