Com apenas 3 anos de idade, a pequena Joey Verwey já impressionava sua família com os detalhes minuciosos sobre, o que ela dizia ser, suas vidas passadas. Sua fala era tão convincente que seus familiares não entendiam como uma criança tão pequena poderia inventar tudo aquilo.

Em menos de dois anos, ela já estava se reunindo com professores de psicologia, gurus da reencarnação e jornalistas investigativos. Em sua maioria, os especialistas afirmaram que a garota é a prova de que reencarnação existe.
Em sua “primeira vida”, Joey diz se lembrar que viveu em uma caverna há milhões de anos. Incrivelmente, ela foi capaz de levar os investigadores a cavernas na África do Sul que ela nunca havia visitado anteriormente. Estas eram as mesmas cavernas onde o paleontólogo Robert Broom disse ter descoberto o elo perdido entre macacos e humanos.

Joey também descreveu com facilidade e convicção sua vida como escravo egípcio, explicando sobre as técnicas de pavimentação de estradas feitas na época. Além disso, afirmou ter sido um cristão perseguido pelo imperador romano Nero durante o século I e que conheceu São Pedro.

Causando ainda mais espanto, a pequena se encontrou com uma mulher idosa e disse que ela foi sua filha em uma vida anterior. Elas conversaram por um longo período e a senhora disse que lembrou muito da própria mãe.

FONTE

About Author

Reikiana, praticante e apaixonada por Yoga, a estudante de Design de Moda pela UCS, Manoela desenvolveu um grande interesse na conexão espiritual entre o passado, presente e o futuro da humanidade, seus caminhos e mudanças ao longo dos séculos. Suas pesquisas para o Verdade Mundial vem sendo amplamente visualizadas nas áreas da sociedade, história e religião.