Acreditar que somos a única civilização no Universo mostra não somente um imenso ego, mas também uma ignorância incomensurável.  Mas o que ocorre quando alta autoridades afirmam que não estamos sós no Universo?

Em 12 de dezembro de 2012, o Primeiro Ministro russo, Dmitri Medvedev, deu uma entrevista ao vivo para cinco canais de TV simultaneamente.  Após, ele teria revelado a um jornalista que a todo líder do Kremlin é dado dois panfletos com informações secretas a respeito da visita de seres extraterrestres.

Na época, a suposta declaração de Medvedev foi inédita mundialmente, já que foi a primeira vez que uma autoridade alta reconheceu publicamente a existência de civilizações extraterrestres durante um mandato presidencial.

Um artigo chocante foi publicado em 1980, na revista ‘Sputnik’, sobre as percepções e experiências com OVNIs. O artigo continha relatos de 10 astronautas estadunidenses e soviéticos.

Ievgheni Krunov declarou ser impossível negar a presença de OVNIs e que deveríamos admitir que eles são mais do que simples ilusões de óptica, e também que algumas de suas características, como as rápidas mudanças de trajetória de voo a ângulos de 90 graus, oferecem muito para pensarmos.

O cosmonauta Ghenadi Strekalov mencionou ter testemunhado numerosos fenômenos estranhos e inexplicáveis, mas hesitou classificar esses eventos.  Ainda, ele descreveu um fenômeno que observou em 28 de setembro de 1980, durante seu turno diário na estação espacial Mir: Um objeto acima da Terra, à uma altitude de 20 a 30 km, na região de Newfoundland (Canadá).

A atmosfera estava clara e a visibilidade perfeita, assim ele pôde assistir por aproximadamente 10 segundos como o objeto estava mudando suas bonitas cores vívidas, e após, desaparecendo quase que instantaneamente.

MIR-UFO-1999

Strekalov lembrou que o OVNI tinha um formato oval perfeito.  Ele diz ter reportado o evento para o Centro de Controle da Missão, mas este não o classificou como um OVNI, concluindo que ele deveria ter mais precaução em relação aos seus superiores.

De acordo com documentos publicamente liberados, somente no ano de 1952 foram confirmados mais de 100 fenômenos OVNI, com nenhuma explicação lógica, que foram registrados e rotulados em arquivos da CIA como sendo inexplicáveis.

“Quase 100 confissões credíveis permanecem inexplicáveis até o momento. Porém, o monitoramento da CIA continuará e nenhum documento será disponibilizado ao público”, diz o relatório.

Para o desapontamento dos ovniólogos ao redor do mundo, a liberação daqueles documentos coincidem com o relançamento da série “Arquivos X”, e aparentemente esses documentos não contém quaisquer informações a respeito de OVNIs acidentados, encontros ou abduções.

De acordo com um porta-voz da CIA, a organização acredita que o público achará extremamente fascinante:

“Decidimos liberar para o público alguns arquivos que mesmo indivíduo mais cético irá achar interessante.  Cinco desses arquivos são adequados para o agente Fox Mulder dos ‘Arquivos X’, mas os outros 5 arquivos são perfeitos para sua parceira cética, agente Dana Scully.”

Teóricos da conspiração acreditam que a decisão da CIA em tornar estes documentos públicos não coincidem com o relançamento da nova série Arquivos X, mas sim são uma tentativa de aquecer a audiência para discussões futuras.

“Aparentemente, a CIA usa o relançamento da série ‘Arquivos X’ para lembrar as pessoas que ela possui agentes investigando estes casos”, declarou Stephen Bassett, diretor executivo do Paradigm Research Group, uma organização que pressiona a Casa Branca para que o governo dos Estados Unidos admita que os alienígenas são reais.

Se o mundo irá finalmente aceitar a realidade dos OVNIs, ainda descobriremos, mas, esperançosamente, não demorará muito até que os governos derramem as informações sobre a existência de extraterrestres.

Via Ovni Hoje | n3m3

Fontehumansarefree.com

Colaboração: SENAM
Correção: Ton Müller

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!