Evolução da alma

1

Escrito por: Eliana Rocca

“Mas o objetivo do ser humano não é encarnar e encarnar e encarnar para aprender?” Não!

Imagine que você está numa determinada série do ensino fundamental. Passa para o ano seguinte, e assim por diante. Mas chega num determinado ponto quando começa a repetir série por série. Ao invés de evoluir em direção ao mestrado, por uma (des)ordem você volta para séries fundamentais e começa tudo de novo. Mas por mais que faça, se depara com as mesmas matérias, os mesmos professores, os mesmos amigos e inimigos, a mesma sala de aula.

A cada ano (vida), você não se lembra das matérias estudadas, mas guarda sentimentos, sensações, memórias escondidas nas suas células, no seu DNA. E quando vê de novo uma matéria antiga, tem a sensação de já ter vivido aquela situação. E se pergunta: Por que eu estou passando por isso?

A humanidade aceita a reencarnação como uma verdade absoluta. E não é. Como tudo neste planeta, é uma programação. Como um programa de computador, ajustado para cumprir uma determinada tarefa. Imagine um programa antigo, desatualizado, cheio de vírus e “bugs”. Esse é o programa da reencarnação, que todos nós carregamos em nosso hardware.

Está na hora de deletar esse programa, primeiramente entendendo que o velho está obsoleto, desatualizado e causando o mal funcionamento de todo o nosso sistema. A programação da reencarnação nos dá uma ideia limitada, prendendo a humanidade à realidade física – à ideia que fazemos do nosso corpo-mente-matéria – e ao próprio planeta.

Somos seres multidimensionais, limitados momentaneamente à existência física terrena. Ao estudarmos um pouco sobre a física e sobre o mistério da criação, todos somos feitos do mesmo material das estrelas. Somos energia, vibração, frequência. Vale lembrar que a humanidade conhece menos de 5% de tudo o que existe no universo. O restante é feito de energia escura e matéria escura. Por onde flutuam nossas realidades paralelas, nossa consciência superior, nossas partículas de alma, todo o “desconhecido”. E ao ignorarmos esses outros níveis de consciência, achamos que existe apenas esse planeta, essa realidade material na terceira dimensão.

Então eu pergunto: Por que então se conformar com esse processo limitado da reencarnação?

Esse processo traz uma série de enganos. Ao reforçar contratos antigos, antigos medos, culpas, mágoas, o ser humano se afunda cada vez mais em negatividade, ao invés de buscar sair dessa matriz em direção à sua ascensão. Em direção à sua consciência superior – entendida como Eu Sou, Mônada e Supra Mônada, até que finalmente ele se funda com a Fonte que Tudo É, ou o próprio Criador, como muitos preferem chamar. Só que por uma série de questões, ficamos presos à Roda de Samsara, que é a roda encarnacional. E fomos profundamente enganados, achando que isso era bom.

O que a espiritualidade está nos avisando neste momento, é para deixarmos os velhos padrões definitivamente para trás, e buscar através da consciência individual, da busca interna pela sua conexão com o divino e iniciar o caminho de volta à Fonte.

O programa da reencarnação precisa ser apagado e instalado um novo programa: da ascensão da alma. Esse novo programa está conectado com o Big Data, com a Fonte que Tudo É. Ele é um programa maravilhosamente inteligente, porque não se conecta a essa matriz de controle, velha, gasta. Mas sua conexão se faz através de um conector que todo mundo já tem, mas usa de maneira errada. O plugue que existe dentro do coração feito de cristal de Luz, nossa Chama Trina, que precisa ser programado para essa nova função.

A gente já passou muito tempo repetindo de ano e essa história já está muito chata. A escola se deteriorou e está a ponto de desmoronar, os professores estão indo embora, a merenda acabou e os alunos estão se matando, porque não tem espaço prá todo mundo.

Que tal repensar essa história toda e tomar a consciência de que evoluir e ascensionar é algo bem diferente do que fomos ensinados a acreditar?

FONTE

About Author

Reikiana, praticante e apaixonada por Yoga, a estudante de Design de Moda pela UCS, Manoela desenvolveu um grande interesse na conexão espiritual entre o passado, presente e o futuro da humanidade, seus caminhos e mudanças ao longo dos séculos. Suas pesquisas para o Verdade Mundial vem sendo amplamente visualizadas nas áreas da sociedade, história e religião.

  • Bráulio Franco

    Vou tentar te explicar o mais resumidamente possível uma visão do todo. Percebam por favor, que não estou impondo nada, apenas a minha visão perante canalizações que recebi pessoalmente, leituras diversas e entendimento maior adquiridos em quase uma década de estudos, vivências e análises.
    Vou dar minha visão geral da vida, do juízo final, finais dos tempos e etc.
    Não vamos falar de Deus, fica uma parada muito abstrata e certas pessoas não gostam de associar as coisas ao velhinho de barba sentado nas nuvens matando e torturando quem ele quer. Vamos falar de algo maior, inimaginável, imaginem o Deus como um oceano infinito, com suas leis, regras, objetivos e planos próprios, e imaginem todo o resto da criação, estrelas, planetas e universos mergulhados dentro desse oceano infinito. Pronto, essa é a definição de Deus de uma forma lógica e simples. Somos apenas peixinhos dentro deste Grande Oceano, e por isso a dificuldade de definirmos o que é Deus.
    Agora imaginem a vida como uma grande universidade. Mas alguém criou desde todo o sempre pra trás essa universidade, com suas leis químicas, físicas, matemáticas, psicológicas, filosóficas e etc. Então denominem como quiserem este Ser/Oceano Infinito.
    Cada série então seriam os planetas diversos dentro desta grande universidade. Os alunos do maternal, seriam os espíritos novos sendo criados, e povoando os mundos, detalhe que os espíritos são apenas criados, nunca destruídos, todo espírito é imortal na infinitude do universo, ou universidade no caso da analogia que estou usando. E assim vamos passando de série, evoluindo moralmente e intelectualmente, nos especializando em diversas matérias dentro dessa universidade, e assim arrumando emprego dentro dessa própria universidade, por exemplo, Jesus Cristo, Espírito milenar, que já galgou diversas e provavelmente já completou todas as séries, incluindo o “curso mais superior”, já possui os cargos superiores dessa grande universidade, ou Vida.
    E assim, estes espíritos, ou alunos que nasceram simples e ignorantes lá no começo, com os passar dos anos, milênios, centenas de milênios, milhões de anos terrestres, chegam em patamares evolutivos, que eles mesmo, dentro das leis eternas e imutáveis criadas desde todo o sempre, começam a criar novas expansões da universidade, ou novos planetas, já possuem poder de movimentarem energias cósmicas, criarem mundos, vidas, e etc.
    E assim, os termos citados no começo, como Juízo Final, Finais dos Tempos, Apocalipse, Armagedom e etc, nada mais é que um planejamento sideral, organizados por seres da mais alta estirpe superior, como se fossem Administradores Siderais, ou seres da criação, que depois de galgarem todos ou quase todos os degraus evolutivos, criam, programam, possuem o “sopro da vida”, planejando, organizando, arquitetando, projetando, executando e criando mundos, estrelas, galáxias, universos neste “OCEANO INFINITO/Deus”, planejamento este no caso, que atingirá nossa “região” neste universo, planejamento este também que engloba em seu conteúdo vários corpos celestes num planejamento maior de evolução compulsória de todos os envolvidos, como por exemplo o famigerado planeta X/Nibiru/Hercolubus, enfim, denominem como quiserem.
    Vamos aos fatos do passado, como sabemos, muita coisa da Biblia, são analogias ou parábolas, cada dia da criação, por exemplo, seria no caso um período geológico de milhões de anos. Adão e Eva também seria uma dessas analogias, que simboliza que um agrupamento de espiritos, que estavam, por exemplo na sexta série (Planeta Capela, da constalação de Cocheiro) desta grande universidade chamada vida, localizada dentro do Oceano Infinito.
    Só que este planeta, Capela, ou Sexta série, iria evoluir pra sétima série, e os habitantes deste planeta, que não conseguiram se adequar ao “quantum vibratório” da nova série, ou do planeta evoluído, não poderiam mais habitar aquela classe, não por castigo divino e etc, apenas pq por displicência “escolar”, não se adequaram ao nível de ensinamentos que seriam ministrados lá à partir de certo momento.
    Neste momento, neste grande planejamento sideral daquela região do Grande Oceano, há a sabedoria de evoluir dois planetas num plano só. Retira as peças estragadas, ou frutas podres do planeta em questão, e assim, apenas com espíritos conscientes da sua missão, evolução, da paz que precisam implantar, o planeta dá um salto nessa escala evolutiva absurda dentro da Criação. E, ao mesmo tempo, estas peças podres ou frutas estragadas, que possuem a moral pouco evoluída, mas uma carga intelectual muito alta, quando foram destinados à continuar num planeta de sexta série, mas não mais aquele que evoluiu, mas um outro dentro deste grande Oceano, no caso a Terra, a evolução dá também um salto gigantesco.
    Quando se coloca milhões de almas, com grande bagagem intelectual, em um planeta onde os habitantes ainda vivem às mínguas de conhecimentos técnicos diversos, o salto também é gigantesco. Estas milhões de almas, depois de selecionadas por grupos e estilos, por estes seres da criação superiores, nasceram como Egípcios, Sumérios, Chineses e etc, e em pouco tempo eles implementaram a química, física, agricultura, economia, alfabeto, religiões, conhecimentos estes arraigados dentro de cada alma, pois para os que conhecem da reencarnação, tudo que se aprende, vc leva pra eternidade.
    Resumindo, Adão e Eva (Seres exilados de Capela), foram expulsos do paraíso (Capela no caso, pois da mesma forma que quem tem muita grana na Terra vive num paraíso, lá deveria ser de alguma forma parecida), porque comeram da arvore do bem e do mal (No caso a inteligência, que quando mal usada, nos arrasta pra precipícios terríveis).
    Bom, percebam que essa história, está pra ocorrer agora na Terra, já estamos vivenciando isso. Um grande planeta, com sua órbita elíptica, e seu núcleo absolutamente forte e com energias inferiores, ativam o “quantum” de evolução em toda humanidade, todos sabem do tanto que a moral e os valores da humanidade se deturparam rapidamente. Podem perguntar aos mais velhos, ou aos seus pais, até mesmo na sua infância, há 20 e poucos anos atrás, como é o meu caso, o quanto as pessoas tinham limites em todos os sentidos, hoje o egoísmo, perversões, prazeres mundanos, dissensões, discussões, corrupções, perversidade, luxúrias, perversões sexuais, etc, etc, etc alcançaram índices absurdamente inimagináveis. Até mesmo nós, que conhecemos um pouco disso caímos em diversas tentações.

    Então, com essa influência negativa, os seres superiores da Criação, já começam a fazer a separação profetizada por Jesus Cristo há dois mil anos atrás. A separação do joio e do trigo, dos da direita e da esquerda, dos bons e dos maus. Dos que estão hoje na sexta série, no caso a classificação da Terra (Exemplo tá pessoal?), mas que poderão habitar uma Terra quando ela evoluir pra sétima série. Por isso também a população mundial deu um salto tão gigantesco, milhões de almas tiveram mais uma chance de reencarnar, e mostrar se estão no nível evolutivo pra se candidatarem à uma nova chance, mas como vemos diariamente apenas pegando o Brasil como exemplo, a grande maioria falha miseravelmente. Seres tão pequenos, já matando, roubando, estuprando e sendo mortos, nada mais são que espíritos absolutamente inferiores, que mal adquirem todas as capacidades motoras do organismo físico, já partem pro que sabem fazer de melhor.
    Não só a separação acontecerá, mas também todas as convulsões geológicas provocadas por um planeta de proporções épicas, que modificará toda a geografia do planeta. Continentes afundando, e outros emergindo, caos, terremotos, nevascas, enfim, convulsões de um planeta se recuperando de uma grande doença.
    Seres que continuarem displicentes, renitentes nos erros, e repetentes nas novas lições, terão que ir pra outro planeta compatível com seu quantum vibratório. E assim, além de facilitar a vida de quem ficar na Terra, vão evoluir outros planetas com sua bagagem intelectual.
    E assim a vida segue no Universo.
    Aproveitando a deixa também, Jesus nos prometeu há dois mil anos atrás que nos enviaria nos finais dos tempos uma forma de saber de todas as coisas. E essa forma pessoal, nada mais é que a mediunidade. A possibilidade que médiuns sérios, comprometidos com essa missão única, de nos trazer conhecimentos de como é a vida após a morte, de como é vida antes do nascimento, pra onde vamos, de onde viemos, o que somos, é simplesmente uma das maiores bênçãos deste GRANDE OCEANO para seus peixinhos perdidos nessa minúscula poça d’água chamada Terra.

    E nestes conhecimentos infinitos que nos são despejados pelo ALTO, numa promessa do Cristo de que nos Finais dos Tempos tudo seria revelado, nos é dado conhecimentos incríveis sobre a vida em outros planetas, sistemas, galáxias, universos, é nos dado os conhecimentos sobre as vidas no interior da Terra, com várias cidades fazendo uma civilização Intraterrena, onde eles, inclusive, fazem parte da grande evacuação da hora final, enfim, basta procurar conhecimento para achar, é o tal do “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á” tão citado na Bíblia.

    Abraços, e desculpe qualquer coisa