O que é uma semente estelar, e como vocês podem dizer se são sementes estelares?

Muito provavelmente, essa não é uma indagação que tenha chegado a lhes ocorrer. Vocês sempre tiveram um conhecimento interior de que eram de algum outro lugar que não a Terra. Quando eram criancinhas, podem até mesmo ter se perguntado onde estavam seus pais verdadeiros, ou se vocês eram adotados.

A sensação de serem diferentes, solitários e de ansiar por alguém ou algum lugar que vocês não podiam recordar com precisão muito provavelmente desempenhou algum papel nas suas vidas. Sem dúvida, vocês costumavam contemplar as estrelas e implorar que alguém – não importa quem fosse -, por favor, viesse e os levasse para casa. Foram passadas horas em contemplação às estrelas, em observação às nuvens, em devaneios fora do corpo e em viagens da alma.

As sementes estelares em geral experimentam alguma forma de contato paranormal, psíquico ou extraterrestre em algum momento entre os cinco e os sete anos de idade e novamente mais tarde, durante a adolescência. Esse encontro com a sua família estelar com frequência é facilitado pelo Comando Ashtar. Lastimavelmente, isso às vezes provoca medo e, mais tarde, frustração, quando vocês tentam falar a respeito com seus pais, que na maioria dos casos tentam convencê-los de que tudo não passou de um pesadelo ou da sua imaginação.

Infelizmente, isso pode causar os primeiros bloqueios psicológicos de desconfiança e de dúvida quanto a si mesmo. Com frequência é formulada, nesse período, uma base para avaliação do que é ou não é real e de se vocês podem ou não podem confiar em seu próprio conhecimento e experiência.

Enquanto sementes estelares, vocês se lembram de voar e podem até mesmo sofrer uma queda ou duas tentando realizar esse feito aqui. Vocês também se lembram da capacidade de materializar objetos por meio do pensamento. Não é raro vocês nascerem com uma boa dose de compreensão de si mesmos, plenamente conscientes de que são divinos ou unos com Deus é algo que quase todos ao seu redor parecem estar fingindo não se lembrar.

Certo dia vocês compreendem que eles não estão envolvidos em alguma brincadeira bizarra: eles de fato não se lembram e, em muitos casos, nem mesmo se importam em saber. Perguntando-se se caíram em algum reino de estranho encantamento, vocês talvez tentem encontrar alguma pessoa bondosa e aparentemente sábia a quem possam fazer confidências dos seus sentimentos. Durante a sua juventude, vocês talvez tenham sido acusados de ter uma imaginação demasiado vívida, de viver no mundo da fantasia ou pior ainda: de inventar tudo ou de simplesmente mentir o tempo todo.

Sua capacidade de discernir a natureza das pessoas e seus motivos e propósitos reais, bem como de avaliar situações de maneira precisa talvez os tenha tornado cada vez mais impopulares, à medida que vocês cresciam. Com suas capacidades de clarividência e clariaudiência desacreditadas com tamanha frequência, talvez vocês tenham visto suas dádivas ridicularizadas ou temidas – ou, o pior de tudo, atribuídas ao mal ou àquele peculiar mito religioso, o diabo.

Talvez vocês tenham conhecido desde a mais tenra infância um senso peculiar de responsabilidade em relação aos outros e também ao planeta, como se, de algum modo, vocês fossem mais velhos e tivessem de tomar conta de outros que, de algum modo, fossem mais jovens ou menos capazes de tomar conta de si mesmos. Esse sentimento com frequência está presente em relação a seus pais terrestres.

Tipicamente, sementes estelares são “velhas” durante sua juventude e jovens durante seus anos de maturidade. A maioria das sementes estelares considera o sistema educacional da Terra algo carente de inspiração e, em muitos casos, tedioso e destituído de significado real, estímulos e desafios mentais.

Talvez tenham sido enquadrados como sendo acima da média em termos de inteligência e abaixo da média no tocante a motivação, capacidade de atenção e aplicação. Talvez tenham verificado que suas indagações profundas e penetrantes fizeram com que seus professores se sentissem inseguros ou ameaçados, ou talvez tenham recebido censuras por não seguir as normas acadêmicas ou de qualquer outro tipo.

Outros colegas de classe podem ter provocado vocês por meio de insultos e zombarias, considerando-os diferentes ou estranhos, ou talvez os tenham proclamado ídolos e se tornado seus seguidores incondicionais. Vocês podem ter se sentido absolutamente incapazes de compartilhar os seus lampejos mais profundos com qualquer pessoa a seu redor e como consequência terem sido vistos como solitários ou mesmo como esnobes e arrogantes.

Vocês têm um conhecimento inato da lei universal, e um senso de integridade e do que é adequado governa as suas ações. É interessante observar que a vasta maioria das sementes estelares jamais usou drogas e tende em geral a se manter longe de substâncias que potencialmente diminuiriam ou prejudicariam sua capacidade de recepção consciente.

Talvez vocês sofram de alergias estranhas. Os processos terrestres de alimentação e de eliminação podem ter, no início, parecido confusos, fascinantes ou embaraçosos a seus olhos. A ingestão de substâncias estranhas, geralmente não comestíveis, pode ter representado um problema durante os seus primeiros anos.

Do mesmo modo, molhar a cana, pesadelos noturnos, sonambulismo ou, de maneira geral, hábitos de dormir pouco habituais talvez tenham feito da sua infância um desafio real, tanto para vocês quanto para os seus pais.

Talvez vocês tenham falado bem cedo e de maneira precoce – ou bem mais tarde, sem compreender que as pessoas não podiam compreender suas transmissões telepáticas. Talvez vocês tenham se sentido aprisionados e frustrados na forma humana, bem como sensíveis ao extremo em relação às ásperas e dissonantes vibrações terrestres.

Sua incapacidade de comunicar claramente as necessidades e exigências de sua natureza no início da infância pode ter conduzido a acessos de choro prolongado, a ataques de raiva e a vários tipos de perturbações digestivas. À medida que seu corpo se desenvolveu para a adolescência, talvez vocês tenham se sentido envergonhados ou deprimidos com o início da manifestação dos anseios corporais e das emissões de fluidos em relação às quais vocês pareciam não ter controle. Talvez vocês não tenham gostado da sua aparência, ou sentido que não tinham a aparência correta, ou que seu cabelo era da cor errada, seus olhos e seu físico eram da tonalidade ou do formato errados.

Talvez vocês tenham tido a sensação de que não deveriam ter órgãos genitais ou de excreção. A definição terrestre de gêneros e a maneira de reprodução podem ter deprimido, confundido ou aborrecido vocês. Talvez vocês até mesmo se lembrem de terem sido andróginos, ou de terem se expressado por meio de um corpo de luz não definido em termos sexuais. Mais ainda, as formas humanas de reprodução podem ter lhes parecido animalescas e antinaturais, ou gerado uma larga dose de culpa ou confusão. Talvez tenham sentido que os corpos atrapalham, no seu desejo de se mesclar íntima e totalmente com o seu parceiro, o que, para vocês, é a norma celestial e extraterrestre.

Talvez vocês se lembrem que a cocriação ocorreu através da fusão dos raios de energia do coração e da mente em uma forma de meditação, e considerem uma fonte de total perplexidade a fricção e os contatos corporais frenéticos do ato sexual. De maneira similar, a observação do doloroso processo de nascimento e dos assustadores rituais de morte na Terra talvez os tenham deixado sentindo-se profundamente retirados em si mesmos e morbidamente preocupados.

Muitos de vocês se lembram dos templos da chama sagrada da ascensão onde vocês se transfiguravam e se materializavam ou desmaterializavam de uma dimensão ou forma para outra. Vocês se lembram do frescor e da regeneração revigorante da chama do princípio sagrado. Da existência sem mortes, sem envelhecimento, sem doenças dos mundos sagrados nos quais vocês habitavam. Vocês recordam que eram imortais ou virtualmente imortais, tendo a capacidade de mudar ou regenerar indefinidamente a sua forma ou pelo menos de viver com a percepção consciente de sua eterna vida espiritual, gozando uma vida extremamente longa na forma.

Sementes estelares questionam a aceitação cega, de um bando de carneiros, da consciência de massa, as teorias pobres, inadequadas e sem imaginação oferecidas pelas doutrinas religiosas e científicas, a resistência e recusa totais exibidas pela pessoa média da Terra no tocante a explorar e a conhecer a verdade por si mesmos.

Às vezes vocês podem se sentir como se tivessem feito uma viagem de volta no tempo, pois talvez consigam se lembrar de tecnologias extremamente avançadas, de sociedades florescentes, ricas e muito atraentes, de arquitetura futurista e de sistemas de transporte aéreo e espacial – talvez colônias marinhas com muitos golfinhos ou cidades intrincadamente construídas flutuando no espaço.

Talvez se dediquem a alguma forma de arte visionária na qual são apresentados um céu violeta, folhagem azul, sóis binários ou numerosas luas. Talvez vocês se sintam de algum modo revigorados pelas tonalidades celestiais de azul, azul-marinho, violeta e púrpura. Sem dúvida alguma, vocês sempre experimentaram uma profunda conexão com a natureza e estão cheios de pena devido à poluição e à exploração ecológica sem sentido e irresponsável. Sua reverência inata por toda vida enquanto uma parte de Deus e sua percepção dos mestres espirituais e dos seres santos, vindos de Deus e dos mundos superiores talvez os torne perplexos diante da estreiteza mental e das inacreditáveis distorções que se infiltraram em muitas crenças religiosas.

Com a ênfase destas crenças no medo, no pecado, na imperfeição, no mal e na punição, e dado o amor que vocês sentem pelo Mais Radiante e que ele sente por todas as pessoas e por toda vida, em toda parte, talvez vocês tenham ficado muito confusos ao tentarem reconciliar o que o seu coração sabe que é verdadeiro com aquilo que os seus ouvidos eram forçados a escutar.

Vocês usualmente se afastam de cenas que apresentam feiura ou violência, pois tanto os seus olhos quanto os seus ouvidos são extremamente sensíveis. E mais do que tudo, acima de tudo, vocês sentem falta do amor, da compaixão e da empatia que caracterizam a vida espiritual por todo este sistema solar e além dele. E no entanto vocês observam em silêncio, compreendem cheios de compaixão e oferecem incondicionalmente o seu amor.

Durante a maior parte das suas vidas, talvez vocês não tenham encontrado nada que se aproxime, ainda que remotamente, daquilo que sentem que estão aqui para fazer. Talvez se desesperem por não saber o que estudar na faculdade, ou talvez tenham abandonado a escola sentindo que ela fracassava totalmente em corresponder às suas necessidades ou em equipá-los para os seus verdadeiros propósitos.

Alguns de vocês têm bastante clareza em relação ao que vieram fazer aqui: os que estão destinados a ocupar posições na medicina, na ciência, em serviços sociais, negócios ou finanças, nas artes, na imprensa, na religião, na educação ou no governo.

Ah, o seu desafio consiste em fazer a ponte entre as antigas estruturas cristalizadas e as novas formas que estão buscando emergir, em fundir o seu brilhante idealismo com a burocracia cínica dos sistemas existentes sob as fortes posições defensivas dos poderes estabelecidos. Alguns compreendem que sua melhor contribuição consiste em permanecer no interior do sistema e em exercer pouco a pouco a sua influência de maneira a provocar uma transformação gradual. Outros, talvez, sejam orientados a romper com o sistema e a criar seu próprio nicho especial no mundo.

About Author

Reikiana, praticante e apaixonada por Yoga, a estudante de Design de Moda pela UCS, Manoela desenvolveu um grande interesse na conexão espiritual entre o passado, presente e o futuro da humanidade, seus caminhos e mudanças ao longo dos séculos. Suas pesquisas para o Verdade Mundial vem sendo amplamente visualizadas nas áreas da sociedade, história e religião.