Somos preconceituosos com crianças de rua

0

“Quando olhamos para o mundo de hoje, somos confrontados com uma verdade desconfortável, mas inegável: as vidas de milhões de crianças são arruinadas pelo simples fato de terem nascido num determinado país, comunidade, gênero ou circunstância.”

A UNICEF fez um teste chocante. Colocaram uma criança (atriz) limpa, penteada e bem vestida sozinha na rua. Parecendo perdida, ela recebe atenção e carinho de quem passava pelo local, em Tbilisi, capital da Geórgia. Em outro momento, agora mal vestida, com cabelo desgrenhado e aparência de moradora de rua, a criança é ignorada pelas pessoas, mesmo estando sozinha.

Depois, num restaurante, ela aparece novamente nas duas versões. Quando ela representa a criança de rua, as pessoas começam a se afastar, recolher para perto suas bolsas, e, um homem pede para que retirem a menina do local. Anano, mesmo sendo atriz mirim, não resiste e começa a chorar. O vídeo mostra claramente como somos preconceituosos com crianças de rua.

FONTE

About Author

Reikiana, praticante e apaixonada por Yoga, a estudante de Design de Moda pela UCS, Manoela desenvolveu um grande interesse na conexão espiritual entre o passado, presente e o futuro da humanidade, seus caminhos e mudanças ao longo dos séculos. Suas pesquisas para o Verdade Mundial vem sendo amplamente visualizadas nas áreas da sociedade, história e religião.