NASA alerta: Asteroide pode impactar com a Terra, causando “imenso sofrimento e morte”

0

Dias atrás publicamos sobre o programa espacial que enviará uma sonda até um asteróide que estaria preocupando a agência espacial, agora a história começa…

Não, não é mais uma teoria da conspiração, propaganda de Armagedom ou estória do fim do mundo, mas parece que a NASA está preocupada quanto a um asteroide de 500 metros.  Por isto, a agência espacial enviará uma sonda para visitá-lo e estudá-lo em detalhes.

Se estes asteroide impactar a Terra, ele será similar à explosão de 3 bilhões de toneladas de explosivos.

Um asteroide de nome Bennu, que pode ser visto da Terra ao cruzar sua órbita a cada seis anos, poderia potencialmente causar “imenso sofrimento e morte”, e a NASA está planejando enviar uma sonda para coletar amostras de rocha do asteroide, com receio de que ele possa colidir com o nosso planeta.

O asteroide, que tem aproximadamente 500 metros em diâmetro e viaja ao redor do Sol a 100.000 quilômetros por hora, irá passar entre a Terra e a Lua no ano de 2135.

“Essa passagem de 2135 irá modificar a órbita de Bennu, potencialmente colocando-o em rota para a Terra mais no final daquele século”, disse ao The Sunday Times, o professor de ciência planetária para a Universidade de Arizona, Dante Lauretta.

“Ele pode estar destinado a causar imenso sofrimento e morte”, adicionou.

Embora os pesquisadores terão dificuldades em predizer o quão próximo o asteroide passará da Terra, e como a sua órbita irá ser afetada por essa passagem, Lauretta estima que ela poderia mudar o asteroide para um curso de colisão com a Terra.

150628-asteroid2_fc9f9835e5509504dd7a4df41dfba2ec.nbcnews-fp-1240-520

“Estimamos que as chances de impacto sejam a de 1 e 2.700, entre os anos de 2175 e 2196”, disse Dante Lauretta.

A sonda espacial OSRIS-Rex está programada para ser lançada em setembro, e pousar no asteroide em 2018.  De acordo com os pesquisadores, ela irá despender um ano na superfície de Bennu, e coletará amostras de rochas, antes de retornar à Terra em 2023.

Se o asteroide impactar a Terra, será similar à explosão de 3 bilhões de toneladas de explosivos.

Se a missão obtiver sucesso, ela será a primeira a visitar um asteroide e retornar à Terra com amostras.

De acordo com Lauretta, as amostras do asteroide poderiam fornecer ‘dados vitais para futuras gerações’.

Para obter as amostras e voltar à Terra, a espaçonave irá ‘pairar’ sobre a área alvo, onde irá baixar a 10 cm por segundo, e ficará em contato com a superfície por somente cinco segundo, enquanto usa um aspirador para coletar amostras do asteroide.

Os cientistas ainda aproveitarão a missão para estudar os blocos que constroem a  vida, através da pesquisa dos minerais localizados na superfície de Bennu.

Fonte: Ovni Hojeancient-code.com

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!