Astrônomos recém encontram SEGUNDA possível Megaestrutura Alienígena

0

Há quase um ano, pesquisadores fizeram uma descoberta sem precedentes ao encontrarem uma estrela com quedas estranhas em seu brilho, o que levou muitos a especularem sobre a existência de uma assim chamada Megaestrutura Alienígena do tipo “Esfera de Dyson”, que poderia bloquear parte da luz de uma estrela.

Uma Esfera de Dyson é uma megaestrutura hipotética que engloba uma estrela, permitindo assim à uma civilização avançada do Tipo II, de acordo com a Escala Kardashev, a absorver a energia daquela estrela.

De qualquer forma, junto com as flutuações irregulares no brilho, as quais ninguém ainda foi capaz de explicar de forma convincente, os cientistas recentemente descobriram que a estrela diminuiu seu brilho por volta de 20 por cento em um período de um século, o que alimentou o mistério ao redor da estrela KIC 8462852, ou “Estrela Tabby”.

Desde sua descoberta, os cientistas ao redor do globo estão tentando desbancar, da melhor maneira que podem, a teoria da Megaestrutura Alienígena.

Agora, numa nova explicação, um astrofísico apresentou um novo cenário que pode explicar as curiosas flutuações de luz, e sua suposição é a de que não eram alienígenas.

De acordo com a teoria ‘Não São Alienígenas’, o astrofísico descreve como a enigmática estrela pode na verdade estar em um ‘recém descoberto estágio de evolução’, onde o fenômeno ocorre naturalmente, o que explica as flutuações no brilho da estrela.

O astrofísico Ethan Siegel, escrevendo para a Forbes, indicou que a KIC 8462852 possa estar cercada, não por uma megaestrutura alienígena, mas por um disco protoplanetário que tem sua beirada orientada em nossa direção.

Os pesquisadores sabem que estes discos emitem luz infravermelha, mas o alinhamento tornaria esta radiação invisível a nós.

A idade da estrela é outra coisa em questão.  Enquanto muitos argumentam que a curiosa estrela possa ter centenas de milhões de anos, outros alegam que ela é muito mais jovem.

E enquanto as pessoas esperam ansiosamente pela resolução dos cientistas sobre esta estrela, os astrônomos encontraram OUTRA estrela que pode também ter uma Megaestrutura Alienígena ao seu redor.

Os especialistas apontam a um novo estudo e novas observações da EPIC 204278916.  Os pesquisadores indicam que no período de mais de 78,8 dias de observação, a EPIC 204278916 mostrou uma diminuição irregular do brilho em 65 por cento, em 25 dias consecutivos.

Como mencionado anteriormente, algo enorme como um planeta que estaria orbitando a EPIC 204278916 reduziria seu brilho por apenas 1 por cento, assim o que poderia estar orbitando a estrela para causar tamanha diminuição de brilho?

“Alienígenas devem sempre ser a última hipótese a ser considerada, mas isto parece como algo que você esperaria que uma civilização alienígena construísse.”, disse Jason Wright, astrônomo da Universidade Penn State (EUA) ao The Atlantic.

Os cientistas estão tendendo a aceitar uma dessas duas explicações: Uma das teorias é a de que estamos olhando a um disco contorcido que transita massas circumestelares numa órbita circular, e a outra sugere a existência de destroços similares a cometas em órbita excêntrica ao redor da estrela.

Fonte: Ovni Hoje

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!