Maconha: Legal X Ilegal

1

Jordan Lewis é um empresário norte americano que vende uma das mais puras maconhas do Mundo. Seu negócio é legalizado e os impostos gerados com as vendas são revertidas para melhorar o sistema público de educação e saúde. Com a legalização da venda, a compra de traficantes caiu drasticamente, diminuindo os crimes e procura do produto muitas vezes adulterado com químicas e produtos tóxicos. Já a maconha legalizada, além de pura traz vários benefícios principalmente a pessoas com problemas de saúde como dores agudas, cânceres, insônia, funciona também como calmante e muitos outros benefícios. Mas não se engane achando que sair pegando um baseado, lá cada tipo de erva é indicado para um tipo de problema de saúde, e, claro, a venda é controlada mesmo para quem não utiliza de receitas médicas para a compra. Lewis recebeu a nossa maconha, vendida nas ruas para analisar e dar seu parecer.

Claro que é difícil imaginar um sistema assim aqui no Brasil, onde a corrupção está em cada esquina e, com certeza, os impostos não seriam revertidos para o povo mas sim, para os bolsos dos engravatados no senado. Assista o vídeo abaixo:

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!

  • Kelson Nunes

    No momento que a nossa sociedade entender os benefícios que a produção e venda controlada da maconha pode nos trazer, certamente teremos um diálogo saudável, porque é muito difícil as pessoas entenderem que tendo um controle na venda todas as “bocas” de tráfico seriam drasticamente reduzidas; Enquanto os engravatados continuarem lucrando com o crime que é organizado por eles, sempre teremos esses absurdos que vemos todos os dias, as pessoas estão muito mal informadas, e a grande maioria nem se interessa em buscar conhecimento, querem apenas adiantar o seu lado e esquecem da sociedade como um todo, não vejo como errado isso, mas precisamos de EDUCAÇÃO em todos os níveis não só para as crianças.