Como Aumentar a Serotonina Naturalmente

0

Quantas vezes acordamos chateados, depressivos, irritados, mas, sem motivos que justifiquem esse estado de espírito. Se não houve nenhum precedente, então, o problema poderá ser orgânico. Talvez alguma coisa não esteja funcionando do jeito que deveria. Uma das possíveis causas para a depressão e apatia sem causas aparentes, poderá estar na baixa produção de serotonina por nosso organismo. Uma forma de resolver está em procurar saber como aumentar a serotonina naturalmente, sem remédios.

O que é serotonina?
A serotonina é um neurotransmissor, ou seja, uma espécie de mensageiro que transmite sinais a partir do cérebro para outras áreas do nosso corpo. A serotonina é fabricada no cérebro, mas, aproximadamente 90% dela está circulando pelo nosso sistema digestivo e nas plaquetas do sangue.

Como atua a serotonina?
Esse neurotransmissor influencia várias de nossas funções corporais e psicológicas. A maioria das 40 milhões de células do nosso cérebro são influenciadas direta ou indiretamente pela serotonina, entre elas, as do apetite, desejo sexual, bom humor, sono, memória e aprendizagem, padrões de comportamento social, regulação da temperatura, etc. No campo físico, está ligada ao nosso sistema cardiovascular, musculatura, e sistema endócrino.

Sintomas da serotonina baixa
Alguns dos sintomas que poderão indicar a diminuição da produção de serotonina são:
Crises de choro,
Depressão,
Insônia,
Irritabililidade,
Carência emocional,
Queda considerável da autoestima,
Pensamentos ruins,
Desânimo,
Ansiedade sem controle,
Compulsividade por doces,
Busca por alimentos o dia todo
Evidentemente que esses sintomas precisam ser avaliados por um profissional da área de saúde, e isolados, podem não estar associados somente à serotonina, mas, são um indício que algo não está funcionando como deveria.

A dieta poderá influenciar na produção de serotonina?
Isso poderá acontecer, porém, não será de forma direta. Não há alimentos que nos forneçam a serotonina pronta. Então, como aumentar a serotonina? Para isso, deveremos buscar alimentos que elevem nossos níveis de triptofano, que é um aminoácido a partir do qual a serotonina é feita.
Baseados nessa informação, as pessoas que estão com alguns ou todos os sintomas que caracterizam serotonina baixa, poderão fazer uso de alguns alimentos ricos em triptofano, mas, há outras dicas interessantes também. Acompanhe a seguir.
Como aumentar a serotonina naturalmente?

1- Carboidratos
Numa refeição rica em carboidratos o corpo começará a liberar insulina. Nesse caso, o triptofano permanecerá na corrente sanguínea em níveis bastante elevados, por essa razão, a probabilidade de chegar ao cérebro é bem maior, então o nível de serotonina se elevará. Por isso, as pessoas com baixos níveis de serotonina, tendem a atacar todos os doces que vêem pela frente. O único problema é que o consumo de carboidratos também eleva o peso.

2- Exercícios
O exercício é outra dica de como aumentar a serotonina, pois melhora o humor e a disposição. Estudos da Universidade do Texas mostram que os exercícios regulares, por aproximadamente 40 minutos diários, ajudam a melhorar o humor, podendo ser um tratamento tão eficaz quanto medicamentos antidepressivos, no entanto, parece não funcionar da mesma forma para todos os indivíduos, ou seja, nem todos se mostram mais felizes após um treinamento, enquanto outros ficam “viciados” e precisam se exercitar diariamente.

3- A exposição à luz
Também ajuda a aumentar a serotonina. Obviamente, estamos falando da luz natural, do Sol. Algumas pessoas sofrem de depressão sazonal, ou seja, nos meses frios e cinzentos. Elas costumam fazer tratamentos que induzem à luz solar. Uma evidência científica a essa informação está no cérebro humano post-mortem, onde os níveis de serotonina são mais elevados em pessoas que morreram no verão do que no inverno.

4- Dieta
O outro fator é a dieta, principalmente devido ao triptofano, que faz a serotonina aumentar no cérebro de seres humanos e de animais. Os alimentos com maiores índices de triptofano? Castanha do pará, nozes, chocolate amargo, banana, abacaxi, abacate, batata, ervilhas, etc. Para saber mais sobre o que comer veja o artigo 10 Melhores Alimentos Para Aumentar a Serotonina.
5- Meditação
Segundo estudos das universidades de Stanford e Columbia, as pessoas quando meditam inibem a produção de cortisol e adrenalina, que são os hormônios do estresse, ao mesmo tempo que a produção de serotonina aumenta. Estudos comprovam que quem medita tem menor risco de depressão, portanto, a meditação deverá fazer parte de uma rotina diária.

6- Prazer e alegria
Praticar atividades que tragam prazer e alegria: dançar, viajar, fazer artesanato, andar, passear, pintar, tricotar, ler, conversar, enfim, faça coisas que lhe estimulem e revigorem.

Muito triptofano e pouca serotonina. Por que isso ocorre?
Alimentos ricos em proteínas, como a carne, frango, leite e derivados, contém altos níveis de triptofano. Ironicamente, após uma refeição onde esses alimentos foram o prato principal, ocorrerá uma queda nos níveis de serotonina. Como isso se explica em meio a tanto triptofano?
Segundo nutricionistas, nessas refeições haverá um excesso de aminoácidos, entre eles o triptofano, lutando ao mesmo tempo para chegarem ao cérebro, por esse motivo apenas uma pequena quantidade desse triptofano conseguirá atingir a meta, tendo que dividir espaço com todos os outros aminoácidos, portanto, a serotonina se manterá em baixa.

E quando o tratamento natural não funcionar?
Caso nenhuma dessas dicas de como aumentar a serotonina funcionem, significa que é hora de buscar um especialista, que usará remédios para isso. É importante saber que os efeitos desses medicamentos não são sentidos imediatamente pelo paciente. Poderão levar, no mínimo, quinze dias, chegando em alguns casos, a oito semanas, até atingirem seu potencial máximo no organismo. Daí em diante, os pacientes costumam se sentir melhor e os resultados começam a aparecer.

Considerações finais
Vivemos uma vida agitada, que é um dos fatores que nos faz viver estressados, porém, talvez as coisas não precisem ser sempre assim. Precisamos de um tempo para nós mesmos, onde toda essa agitação deixe de existir momentaneamente, onde possamos nos desligar de coisas que nos aborrecem, para nos conectarmos com o que nos faz bem. Seguramente, nesses momentos, nossa serotonina inundará nosso cérebro e contemplaremos instantes de paz.

FONTE

 

About Author

Reikiana, praticante e apaixonada por Yoga, a estudante de Design de Moda pela UCS, Manoela desenvolveu um grande interesse na conexão espiritual entre o passado, presente e o futuro da humanidade, seus caminhos e mudanças ao longo dos séculos. Suas pesquisas para o Verdade Mundial vem sendo amplamente visualizadas nas áreas da sociedade, história e religião.