Astronauta suplica: “A terra precisa ser alertada!”

2

Claudie Higneré, a primeira mulher francesa no espaço, a qual mais tarde entrou na política, ficou conhecida por uma tentativa de suicídio após gritar, “A Terra deve ser alertada!”.  Esta semana surge novamente um vídeo mostrando sua história e seu alerta.

Claudie André-Deshays nasceu no ano de 1957, Le Creusot, Saône-et-Loire.  Ela é uma reumatologista com um PhD em neurociência e diplomas em biologia, medicina do esporte, aviação e medicina espacial.  Em 1993, ela foi membro reserva da missão Mir Altaïr, que incluiu seu então futuro marido, Jean-Pierre Haineré.  Ela acabou sendo enviada ao espaço na missão Mir de 1996, como parte da missão Franco-Russa Cassiopée, e em 2001 se tornou a primeira mulher européia a visitar a Estação Espacial Internacional, com parte da missão Andromède.  O asteroide 135268 Haigneré foi batizado em homenagem a ela e a seu marido.

Claudie entrou para a política francesa durante o mandato do primeiro ministro conservador, Jean-Pierre Raffarin, como ministra delegada para a Pesquisa e Novas Tecnologias, de 2002 a 2004 e ministra delegada para Assuntos Europeus, de 2004 a 2005.  Apesar de seus esforços, os orçamentos para a pesquisa científica foram cortados. Após deixar a política, ela trabalhou num laboratório de biologia do Instituto Pasteur.

Foi então que as coisas ficaram estranhas.  Em 23 de dezembro de 2008, foi reportado que a Dra. Haigneré teria sido levada para o hospital após, supostamente, ter tomado uma overdose de pílulas para dormir. Foi reportado que ela teria sido encontrada consciente, mas teve que ser contida enquanto gritava “A Terra tem que ser alertada!”, antes de entrar em coma.  Claudie se recuperou e culpou o incidente à “síndrome da fadiga”, e agora é diretora do Cité des Sciences et de l’Industrie – o maior museu de ciências da Europa.

O que estaria Claudie Haigneré tentando nos alertar?

Uma teoria é a de que ela estava convencida de que a Terra foi visitada no passado por alienígenas que projetaram os humanos geneticamente.  Isto poderia estar ligado ao seu trabalho no Instituto Pasteur, onde algumas fontes reportaram que ela estava trabalhando numa “pesquisa sobre DNA humano/alienígena”.  Parece não haver evidência disso, mas houve um misterioso incêndio no laboratório poucas horas após a suposta tentativa de suicídio de Claudie Haigneré.  Nenhuma causa foi determinada e foi dito que os danos teriam sido mínimos.  Será que isto não ocorreu para remover os documentos sensíveis de sua pesquisa?

Então, temos uma astronauta/política/pesquisadora de DNA, a qual parece tentar suicídio após ter gritado um alerta à Terra, e não somente à França.  Coloque nesta equação o incêndio misterioso e você tem os ingredientes certos para uma boa conspiração.  A história de suicídio de Claudi tem ressurgido ocasionalmente na Internet desde 2008, muitas vezes quando algo acontece para algum especialista de OVNIs.  A misteriosa morte de Max Spiers pode ter disparado este interesse mais recente.   Os vazamentos do WikiLeaks, ligando John Podesta com o falecido astronauta ovniólogo Edgar Mitchell podem também ter ativado os sites a ‘revisitarem’ a história de Claudie Haigneré sobre suas conexões com o espaço, OVNIs, governo e DNA alienígena.

Veja o vídeo recém publicado no YouTube (Para instruções de como ativar a legenda em português, embora esta não seja precisa, clicar aqui):

FONTE

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!

  • Kit

    cade a fonte amigo?

    • Bruce Slajvic

      Fonte? O que é isso? Se tá na internet é verdade. Quieto e aceita a verdade.