Depois de muito refletir, questionar, cogitar e então perceber, resolvi escrever sobre a frequência agressiva e em constante aumento entre as pessoas. Tudo isso surgiu enquanto conversava com um conhecido que fraseou assim: “Hoje em dia não existe diálogo, perdão, existem paus e pedras nas mãos. Pronto para serem usados, só não se sabe quando“. Então comecei a voltar no tempo nem muito longe e perceber que várias pessoas que antes eram ligadas a mim também, seguraram paus e pedras na mão, e o pior, atiraram, ou ameaçaram atirar. E o por que disso? Simples, orgulho, o simples e horrendo sentimento que preenche de raiva, dor, mágoa, ciúmes entre outros tantos problemas que vem nesta bagagem das trevas e atinge muitas pessoas. Se já passei por isso? Com certeza, o que me exclui deste texto é que há anos venho empregando um sistema automático: “Perdoar sem questionar, porém não isso mais realizar“.

O objetivo é simples, ao ser agredido, seja verbalmente ou espiritualmente, não vá mais pelo caminho que te levou até ali, porém perdoe, esta é a maior lição de todas. Não tente bater de frente ou muito menos grite, ou então, saia falando mal da pessoa. Ela por algum motivo que ela mesmo desconhece entrou naquela situação, se achará na razão e não perdoará “o mal que você fez”, mesmo você sabendo que não foi por mal, ou então, foi um erro de entendimento das partes, o perdão te levará a outro nível, além de te deixar mais leve. Lembre-se de que toda pessoa tem um lado bom, então deixe em sua memória apenas este lado de cada um que se afastou por motivos negativos que apareceram em seus corações. Hoje as pessoas não confiam uma nas outras, estão sempre carregando paus e pedras, prontas para atacar como uma defesa automática aos próprios erros que cometeram, cometem e cometerão caso não vejam isso. Então aquela energia negativa, aquele bloqueio, aquela ponte que poderia haver, se transforma em muro e nada mais se vê. 

“Deixe Livre, se for verdadeiro, de coração, de algum modo irá voltar”. – E essa frase não se emprega a meros blogs de romance, mas sim a todo tipo de sentimento que for recíproco. E assim, em silêncio, em perdão, sabe-se que inicia-se um retorno dos bons sentimentos, silenciando o coração. 

Mesmo alguns amigos que realmente considero como verdadeiros amigos, hoje ainda seguem com orgulho, e isso não é um xingamento a eles ou modo de se sobre sair, pelo contrário, são passos na aprendizagem deles que eles próprios irão encontrar e desapegar, com seu tempo. E principalmente neste ano de 2016 vi muitas pessoas perdendo as estribeiras, cortando relações de amizades, relacionamentos amorosos por pura e total bobagem como dinheiro, status ou atenção. Por isso alerto sempre, continuem pensando positivo e se aquela pessoa deixou de falar com você, virou a cara e você não entende o por quê, não sinta mais raiva, você até sentirá pena, porém faça o melhor, perdoe.

As pessoas interpretam as palavras cada uma do seu modo, e nos dias de hoje em que boa parte das comunicações são feitas por telas, algumas podem interpretar de forma errônea acabando com relacionamentos de longa data, simplesmente por não quererem ouvir, ler ou ver de forma livre, sabendo que a mesma palavra pode ter vários sentidos. Quem dará o sentido certo será sua consciência, seu coração.

Se você leu e ainda melhor, recebeu este texto de alguém, não sinta-se orgulhoso, isso é raiva, e raiva nada mais é do que MEDO. Sinta gratidão por alguém que quer novamente se aproximar de você, pedir perdão de forma pacífica caso você tenha se desentendido ou interpretado mal algo que essa pessoa fez, falou ou escreveu. Saiba que nos dias de hoje, carregar orgulho é ter uma bagagem cheia de vazio, enquanto poderia estar cheio de boas coisas durante a sua jornada por este Mundo.

Segue uma música que diz muito sobre esta ideologia de vida:

“Eu não condeno, eu não converto…Este chamado que você teve é do seu coração”

Compartilhe!

Paz e Luz!
Ton

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!