Por alguns anos tem havido muita conversa sobre Nibiru, também conhecido como o Planeta Nove, Planeta X, etc. De acordo com muitos artigos, inclusive publicados pela ciência de tendência predominante, livros e postagens na Internet, em algum lugar lá fora, além dos confins de nosso sistema solar, está um planeta super massivo referido por muitos como Nibiru.  Dizem que sua chegada em nosso sistema solar causará eventos cataclísmicos. Porém, qual é a verdade por detrás de Nibiru?  Há realmente tal planeta em algum lugar lá fora, ou seria Nibiru somente outra teoria da conspiração sem fundamentação?

Zecharia Sitchein descreveu Nibiru de acordo com a cosmologia suméria, como sendo o 12º planeta. Nibiru seria o lar de uma raça alienígena chamada Anunnaki, uma civilização extraterrestre extremamente avançada. Nibiru também é chamado de Marduk, e ele entraria em nosso sistema solar com uma órbita extremamente elíptica, no sentido horário.

Mas Nibiru é somente um nome, certo?

Curiosamente, há alguns artigos que detalham a possível existência de um planeta com características similares nos confins do nosso sistema solar.

Em 2008, pesquisadores japoneses anunciaram que, de acordo com seus cálculos, deveria haver um planeta ainda não descoberto à uma distância de aproximadamente 100 UAs (Unidade Astronômica, que é a distância média entre o nosso planeta e o Sol). Este planeta teria o tamanho de até dois terços do planeta Terra.

Aparentemente, estes e outros cálculos apoiam a hipótese da existência de Nibiru, ou Planeta X.

Agências de notícias ao redor do mundo estavam interessadas no misterioso corpo celeste que diziam rondar as fronteiras do nosso sistema solar

De acordo com o Washington Post, Gerry Neugebauer, cientista chefe do telescópio IRAS declarou:

Um corpo celeste, possivelmente tão grande quanto Júpiter, o planeta gigante, e possivelmente tão próximo da Terra que seria parte deste sistema solar, foi encontrado na direção da constelação Orion, por um telescópio que orbita a bordo do satélite astronômico infravermelho EUA… ‘Tudo que posso lhe dizer é que não sabemos o que é.

De acordo com o US News World Report, o Planeta X ou Nibiru existe. O artigo cita:

Coberto da luz do Sol, misteriosamente pairando pela órbita de Urano e Netuno, está uma força invisível que os astrônomos suspeitam ser o Planeta X – um décimo residente da vizinhança celeste da Terra. No ano passado, o satélite astronômico infravermelho (IRAS), circulando numa órbita polar a 900 quilômetros da Terra, detectou calor vindo de um objeto a aproximadamente 80 bilhões de quilômetros de distância, que agora é o assunto de grande especulação.

Também num artigo publicado no Newsweek, em 13 de julho de 1987, a NASA revelou que pode haver uma décimo planeta orbitando o nosso Sol. De acordo com o cientista de pesquisa da NASA, John Anderson, o Planeta X está realmente lá fora, mas em nenhum lugar próximo do nosso sistema solar. O artigo do Newsweek diz:

…se ele estiver certo, dois dos quebra-cabeças mais intrigantes da ciência espacial poderão ser resolvidos: o que causou as misteriosas irregularidades nas órbitas de Urano e Netuno durante o Século XIX, e o que matou os dinossauros há 26 milhões de anos.

Como podemos ver, há muitas reportagens sobre a existência de um planeta como Nibiru em algum lugar lá fora. Talvez as reportagens mais famosas originaram em 2016, quando dois especialistas da Caltech disseram ter encontrado evidências de tal planeta além da órbita do planeta anão Plutão.

Em janeiro de 2016, Michael Brown e Konstantin Batygin, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, na cidade de Pasadena, propuseram que um planeta gigante poderia ser o responsável pelos movimentos erráticos de mundos gelados localizados além da órbita de Netuno.

Os cientistas acreditam que o movimento anormal e estranho dos objetos nas partes exteriores do nosso sistema solar é melhor explicado pela órbita anômala de uma enorme planeta, ao qual os pesquisadores se referem como Planeta X.

De acordo com Daniel Whitmire, um astrofísico aposentado da Universidade de Louisiana, nos EUA, Nibiru, ou Planeta X, é real e é um fenômeno celeste recorrente que pode significar uma maldição para a Terra.

Uma pesquisa apresentada ao Monthly Notices of the Royal Astronomical Society (Reino Unido) sugere que um planeta similar a Nibiru poderia causar, e tem causado várias vezes no passado distante, extinção em massa na Terra. O Professor Whitmire especulou sobre o planeta e sua conexão com a extinção em massa na Terra no periódico Nature, em 1985.

Agora um escritor diz que Nibiru chegará em 2017

Agora, o escritor David Meade acredita que Nibiru, ou um planeta com características similares, chegará em nosso sistema solar em 2017 e pode até mesmo colidir com a Terra em outubro de 2017, após ser empurrado até aqui pelas forças gravitacionais de uma ‘estrela binária’, gêmea do sol – da qual não há evidência científica.

Meade indica que Nibiru é extremamente difícil de ser avistado, devido ao seu ângulo de aproximação. Escrevendo um artigo para o Planet X News, Meade disse:

É claro, este sistema não está alinhado com o eclíptico do nosso sistema solar, mas está vindo a nós a partir de um ângulo oblíquo e em direção ao nosso Pólo Sul.

Isto torna as observações difíceis, a menos que você esteja voando em alta altitude sobre a América do Sul, com uma câmera excelente.

Alguns até mesmo argumentam que Nibiru está enviando ‘partículas plasmáticas de energia’ através de nosso sistema solar.

Contudo, embora existam indicações de que um planeta com características similares exista em algum lugar lá fora, a comunidade científica não concorda que Nibiru exista.

A NASA declarou anteriormente:

Nibiru e outras histórias sobre planetas excêntricos são farsas na Internet. Obviamente ele não existe.

Em dezembro de 2015 foi noticiado amplamente que Nibiru iria atingir o nosso planeta, e antes disso em setembro. Também foi predito que ele iria colidir com o nosso planeta no final do calendário Maia, em 2012. E até mesmo antes dessas predições também foi dito que ele iria causar o fim do mundo em 2003.

FONTE

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!