Como já dizia Ann Wigmore, a comida que você come pode ser o mais poderoso medicamento ou o mais poderoso veneno. Os alimentos mais influentes na sinusite atualmente são o leite, a carne, o glúten, o sal e os ovos.

Por que os sintomas da rinite e sinusite melhoram com a exclusão dos laticínios?

O corpo produz muco por si só. O que é ótimo para a saúde, porque essa substância pegajosa serve para hidratar o pulmão, lubrificar o esôfago, reter e eliminar micro-organismos que entram pelas vias aéreas, entre outras coisas. Ou seja, em quantidades normais, o muco é uma mão na roda para o sistema imunológico.

O problema é quando o corpo começa a produzir muco demais. Isso pode acontecer quando a pessoa consome leite e derivados em excesso, por exemplo, pois os produtos lácteos causam um aumento na produção de muco ou engrossam o catarro existente. Além disso, me explicou a nutricionista Priscila Di Ciero, o leite tem muitas moléculas que conseguem atravessar e desequilibrar a mucosa intestinal.

O organismo entende então que essas moléculas são substâncias estranhas e, portanto, devem ser combatidas e eliminadas. “As reações subsequentes desencadeiam aumento de produção de muco. E isso se deve às proteínas encontradas no leite de vaca que passam para a circulação sem serem devidamente digeridas”.

Por que você nunca ouviu falar disso antes?

Colunista do Huffington Post e autora do blog Healthy Eating Rocks, a nutricionista americana Carole Bartolotto me disse que é possível ter uma melhora significativa da rinite depois de dois meses sem consumir nada de leite e derivados. E me contou porque até então eu nunca tinha ouvido falar dos malefícios dos laticínios.

“O lobby da indústria leiteira é muito forte. Leite e derivados são mencionados de maneira positiva em textos acadêmicos nas faculdades de nutrição. Porém, essas pesquisas foram financiadas pela indústria leiteira, assim como conferências para profissionais da saúde. Como nutricionista, por anos fui inundada com informações e publicidade sobre os benefícios do leite. Por isso, sei que muitos médicos não têm informação suficiente para dizer que os laticínios fazem mal. Além disso, muitos deles não entendem o impacto que a alimentação tem na saúde e no desenvolvimento de doenças”.

O papel da caseina

No caso da sinusite, a substância do leite responsável por agravar seus sintomas não é a lactose, como muitos imaginam, mas sim a caseína. A caseína A1, proteína do leite de vaca (ver parágrafo acima), promove congestionamento, inflamação e muco. Ela provoca a liberação de histaminas e de um neuropeptídeo potente chamado casomorphina. A histamina provoca cólicas digestivas, enxaquecas e outros sintomas dolorosos. A casomorfina tem um impacto negativo sobre o cérebro e o sistema nervoso: provoca fadiga, depressão e compulsão alimentar.

Além de tudo isso, a A1 caseína também tem mostrado desempenhar um papel em diabetes tipo 1, doenças do coração, autismo e doenças auto-imunes tais como a endometriose e a acne. Um estudo da Universidade de Harvard, que acompanhou 47 mil mulheres, constatou que as mulheres que beberam leite foram mais propensas a terem acne. As mulheres que beberam leite com baixo teor de gordura foram ainda mais propensas ao problema.

A qualidade de vida destes animais acaba sendo lastimável, e produtores, ávidos por obterem lucro a qualquer preço, acabam vendendo leites de qualidade duvidosa, contendo sangue, hormônios da gravidez animal e até mesmo secreções purulentas, além de outras substâncias, sem identificação no rótulo do alimento, que podem estar implicadas seriamente na sinusite ou até mesmo em graves doenças, como o câncer.

O cálcio

De fato, a gente cresceu ouvindo que leite e derivados são as únicas fontes confiáveis de cálcio, nutriente fundamental para os ossos. Por isso, sempre fica a dúvida: se devo eliminá-los da minha alimentação para melhorar a rinite, como faço pra manter a saúde dos meus ossos?

Boas fontes de cálcio são tofu, amêndoa, agrião, brócolis, couve, gergelim, ameixa seca, aveia, lentilha, espinafre e açaí. O cálcio do brócolis, aliás, o organismo consegue absorver melhor até do que o cálcio dos laticínios.

FONTE

FONTE

About Author

Reikiana, praticante e apaixonada por Yoga, a estudante de Design de Moda pela UCS, Manoela desenvolveu um grande interesse na conexão espiritual entre o passado, presente e o futuro da humanidade, seus caminhos e mudanças ao longo dos séculos. Suas pesquisas para o Verdade Mundial vem sendo amplamente visualizadas nas áreas da sociedade, história e religião.